Perícia diz que mototaxista foi morto com 6 facadas nas costas

O mototaxista Rodrigo César de Oliveira, 27, encontrado morto no meio de um cafezal na zona rural de Jeriquara, segunda-feira à tarde, foi assassinado com seis facadas nas costas.

31/05/2006 | Tempo de leitura: 2 min

O corpo do mototaxista Rodrigo César de Oliveira, 27 (destaque), foi encontrado em vicinal da região: sepultamento foi realizado ontem
O corpo do mototaxista Rodrigo César de Oliveira, 27 (destaque), foi encontrado em vicinal da região: sepultamento foi realizado ontem
O mototaxista Rodrigo César de Oliveira, 27, encontrado morto no meio de um cafezal na zona rural de Jeriquara, segunda-feira à tarde, foi assassinado com seis facadas nas costas. A polícia ainda desconhece o motivo e a autoria do crime, mas acredita que a morte da vítima possa ter sido encomendada. Desaparecido desde o dia 19, Rodrigo foi localizado sem vida por trabalhadores rurais que se preparavam para colher café em uma fazenda localizada entre Cristais Paulista e Jeriquara. O corpo estava jogado debaixo de algumas árvores, logo após uma cerca de arame farpado. Em razão do adiantado estado de decomposição, não foi possível confirmar a causa de sua morte no momento do encontro. O cadáver foi encaminhado para o IML (Instituto Médico-Legal) de Ituverava, onde foi examinado. O laudo oficial ainda não ficou pronto, mas a Polícia Civil já foi informada de que seis facadas nas costas provocaram a morte do mototaxista. Tudo indica que o assassinato tenha ocorrido no mesmo dia em que ele desapareceu. Como a moto e o telefone celular de Rodrigo desapareceram, a polícia investiga a hipótese de um latrocínio (roubo seguido de morte), mas não descarta a possibilidade de uma execução. “Pela forma como o crime aconteceu, é possível que a morte da vítima tenha sido encomendada. As evidências indicam que o assassino estava com intenção antecipada e que agiu com muita raiva”, comentou o delegado Wanir José da Silveira Júnior. A equipe de homicídios da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) continua trabalhando para tentar identificar e prender o autor do crime. É possível que mais de uma pessoa possa ter participado do assassinato. Um parente da vítima, o qual foi preso acusado de roubo dias após o desaparecimento do mototaxista, é um dos suspeitos. Os policiais esperam colher seu depoimento ainda nesta quarta-feira. “Por enquanto, ainda não podemos afirmar o que aconteceu. Estamos checando todas as pistas e informações recebidas para esclarecer o caso o mais rápido possível”, disse o investigador Wellington Amato. sepultamento Após ser examinado no IML, o corpo de Rodrigo César de Oliveira, 27, foi liberado aos familiares ontem. Não houve velório. Acompanhado por fami-liares e mototaxistas, o sepultamento foi realizado no Cemitério Santo Agostinho, com trabalhos da Funerária São Francisco.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.