LUTO NA NATUREZA

Bebê orca recusa-se a deixar a mãe, que morreu numa lagoa; VÍDEO

Como o filhote resiste às tentativas de ser removido, especialistas em vida selvagem travam corrida contra o tempo para retirá-lo da lagoa e devolvê-lo ao mar antes que passe fome.

03/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução/Bay Cetology/Facebook

A tribo lamenta a morte da mãe orca e faz cerimônias para libertar seu espírito, enquanto os esforços de resgate continuam.
A tribo lamenta a morte da mãe orca e faz cerimônias para libertar seu espírito, enquanto os esforços de resgate continuam.

Imagens tocantes mostram um bebê orca de dois anos nadando em volta do corpo da mãe, que morreu presa nas águas rasas de uma lagoa, enquanto o resgate luta para salvar a vida do jovem cetáceo. A cena foi capturada numa lagoa da costa oeste de Vancouver, no Canadá, em 27 de março.

Ouça o som do bebê orca aqui. 

Como o animal tem resistido a todas as tentativas de ser removido, autoridades e especialistas em vida selvagem travam uma corrida contra o tempo para retirá-lo da lagoa e devolvê-lo ao mar antes que passe fome.

Leia também: Patologista acha pedra rara de R$ 2,6 milhões em intestino de baleia na Espanha

A tribo local Primeira Nação nomeou o filhote como k?iisa?i?is (pronuncia-se kwee-sahay-is), que significa 'Bravo Pequeno Caçador', e mobiliza esforços para resgatá-lo.

As equipes tentam atraí-lo com sons de orcas e outros métodos, sem sucesso até agora. A comunidade está dedicada a salvar o filhote, e reconhece a importância de sua ligação com a mãe e a necessidade de reintegrá-lo ao seu grupo familiar.

A tribo lamenta a morte da mãe orca e faz cerimônias para libertar seu espírito, enquanto os esforços de resgate continuam.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.