INVESTIGAÇÃO

Polícia investiga denúncia de abuso sexual contra crianças em escola particular do Vale

Duas crianças pequenas, da Educação Infantil, teriam ido para casa com lesões semelhantes às de abuso sexual; caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher

Por Xandu Alves | 12/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Reprodução

Colégio abriu apuração interna e está colaborando com as investigações
Colégio abriu apuração interna e está colaborando com as investigações

A Polícia Civil investiga denúncia de suposto abuso sexual a duas crianças pequenas de uma escola particular em Guaratinguetá.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

Os detalhes do caso são mantidos em sigilo para preservar as crianças e a comunidade escolar da instituição, enquanto todos os fatos não estiverem apurados.

Matriculadas na Educação Infantil do Colégio Fênix, as crianças teriam ido para casa com lesões semelhantes às de abuso sexual, em 22 de março, o que levou os pais a registrarem a denúncia. As crianças não seriam da mesma família e os fatos ainda não foram confirmados.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo, o caso é investigado pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Guaratinguetá e o inquérito policial corre em segredo de Justiça. Diligências prosseguem para esclarecer os fatos.

Em nota, o Colégio Fênix disse que foi “surpreendido pela denúncia de um suposto caso de abuso, que poderia ter ocorrido com estudantes”.

A direção da escola disse que adotou “série de medidas administrativas” para apurar o caso, que incluem acolher e ouvir as famílias, levantamento de todas as câmeras de segurança da escola e “apuração interna rigorosa e da colaboração com as autoridades competentes”.

“Em paralelo, foram aplicadas medidas complementares de cuidado, visando reforço na preservação do ambiente escolar”, disse o colégio, que tem mais de 30 anos de existência.

“Colégio Fênix sempre esteve comprometido com a verdade e segue empenhado e à disposição das autoridades para contribuir com as investigações e esclarecimento dos fatos, inclusive para que possa tomar todas medidas cabíveis no campo jurídico, caso necessário”, completou a instituição.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.