FISCALIZAÇÃO

Procon notifica locais que não se adequam ao Protocolo Não se Cale

Fiscalização foi realizada há uma semana e multou quatro empresas

Por Guilherme Matos | 12/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

procon.sp.gov.br/Reprodução

O Procon fiscalizou, na sexta-feira (5/4), grandes redes para servir de exemplo às outras empresas. Essa fiscalização agora fará parte da rotina do órgão
O Procon fiscalizou, na sexta-feira (5/4), grandes redes para servir de exemplo às outras empresas. Essa fiscalização agora fará parte da rotina do órgão

Uma fiscalização recente do Procon-SP encontrou quatro estabelecimentos funcionando irregularmente quanto ao cumprimento do Protocolo Não se Cale — que obriga bares, restaurantes e casas noturnas a instalarem placas e oferecer capacitações para os funcionários atenderem mulheres vítimas de violência.

Os estabelecimentos deveriam realizar os ajustes às novas regras até março deste ano. No entanto, metade dos oitos locais fiscalizados não cumpriram com as adequações. O Procon fiscalizou, na sexta-feira (5/4), grandes redes para servir de exemplo às outras empresas. Essa fiscalização agora fará parte da rotina do órgão.

O curso de capacitação tem somente 30h de duração, é obrigatório para todos os funcionários e está disponível gratuitamente no site da Secretaria de Políticas para a Mulher do Governo de São Paulo. O conteúdo ensina os colaboradores a socorrer mulheres em situações de assédio ou violência.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.