SURTO

Homem que ameaçou a mãe e policiais vai responder por quatro crimes

Ele passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (16) e ficou preso

Por André Thieful | 16/02/2024 | Tempo de leitura: 2 min

Will Baldine/JP

Negociação conduzida pelo Gate durou cerca de quatro horas
Negociação conduzida pelo Gate durou cerca de quatro horas

O homem de 49 anos que ameaçou a mãe, policiais e mobilizou cerca de 30 PMs na tarde desta quinta-feira (15), no bairro dos Alemães, em Piracicaba, vai responder por quatro crimes: violência doméstica, injúria, dano e ameaça. Ele passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (16) e a prisão foi mantida. Com a manutenção, deve ser transferido para o CDP (Centro de Detenção Provisória).

O caso durou cerca de quatro horas. Por volta das 12h, ele entrou na casa da mãe dele, em posse de uma arma, começou a discutir, a ameaçou, mas a mulher conseguiu fugir e procurou ajuda em uma casa vizinha. O irmão do autor das ameaças foi informado do caso e acionou a Polícia Militar.

Os policiais militares foram ao imóvel, localizado na avenida São João, para dar início à negociação, mas foram recebidos pelo autor das ameaças. “Ao bater na porta do quarto dele, ele destrancou já apontando uma arma para as equipes. Nesse momento, foi solicitado apoio do Gate e foi tentado verbalização por algumas horas até o momento que ele conseguiu falar com um dos advogados e resolveu se entregar. Não tinha refém na casa”, disse a tenente Débora, do 10º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior).

“Ele acha que está sendo prejudicado na divisão dos bens e teve essa desavença entre a família”, disse. De acordo com a tenente, a PM não confirma que ele estava em surto psicótico, mas o homem estava alterado.

A negociação para que o homem se rendesse começou a ser conduzida pelos policiais militares da 4ª Companhia.

O Gate (Grupo de Ações Especiais de Polícia) foi ao endereço com quatro viaturas e duas especialistas em negociação, que assumiram a verbalização com o homem.

O caso só foi concluído por volta das 16h, quando ele se rendeu. Ffoi levado para a UPJ (Unidade de Polícia Judiciária), onde foi ouvido e indiciado. De lá foi levado para a cela do 1º Distrito Policial, onde ficou detido. Apesar da ameaças, ninguém ficou ferido. O caso será investigado pela Polícia Civil  em inquérito policial.

Clique para receber as principais notícias da cidade pelo WhatsApp.

Siga o Canal do JP no WhatsApp para mais conteúdo.

1 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Alice Oriani
    17/02/2024
    Os pais lutam tanto para deixar alguma coisa para os filhos e qdo chega a hora da divisão, a maioria das famílias brigam, perdem amizades, há desunião. Será que vale a pena deixar alguma coisa de mão beijada para os filhos? Será que não é melhor dar a vara para pescar o seu bem? Conheço muitas famílias que nem parece que são irmãos. Muito triste isso.