ESCÂNDALO NA IGREJA

Padre é afastado após ser acusado de fazer orgias na igreja

Caso abalou a comunidade de Macuípe de Minas, na região de São João del-Rei. Homem foi às redes sociais e disse que manteve um relacionamento com o sacerdote, com direito a orgias

Por Da redação | 16/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Uma orgia envolvendo um padre abalou a comunidade católica en Itumirim, em Minas Gerais. O religioso, que atuava no distrito de Macuípe de Minas, é acusado de manter um relacionamento abusivo com outro homem, que divulgou o caso nas redes sociais e acusou o sacerdote de obrigá-lo a participar de orgias dentro da igreja.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

A Diocese de São José del-Rei afastou o padre. Na decisão, publicada em 13 de maio, a Igreja justifica que o afastamento é justificado pela "divulgação de material, veiculado nas mídias sociais, com conteúdo de denúncia". "Esse procedimento, apesar de muito doloroso, é necessário para que se possa alcançar o profundo e coerente discernimento diante das implicações práticas devidas às normas do Direito Canônico", argumentou a Diocese, no comunicado.

De acordo com o denunciante, o padre praticou abusos sexuais contra ele. "Vivi um relacionamento abusivo, narcisista, agressivo, que me submeteu a fazer coisas fora do meu patamar", afirmou.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.