FALSA VIDENTE

Falsa vidente é presa por golpe milionário em viúva de Boghici

Diana Rosa Aparecida Stanesco Vuletic é acusada de integrar quadrilha que visava dilapidar patrimônio milionário de Geneviève Boghici, composto por valiosas obras de arte

Por Júlia Adele | 4 dias atrás | Tempo de leitura: 1 min
Rio de Janeiro

Ilustrativa

Supostamente o crime foi arquitetado pela filha da vítima
Supostamente o crime foi arquitetado pela filha da vítima

Uma falsa vidente foi presa pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (13), suspeita de praticar um golpe de estelionato milionário contra Geneviève Boghici, viúva do colecionador de artes Jean Boghici. A operação foi conduzida pela Deapti (Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade).

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

Diana Rosa Aparecida Stanesco Vuletic, a suposta vidente, faz parte de uma quadrilha que, segundo investigações, era liderada pela própria filha da vítima, Sabine Boghici. Sabine faleceu em 2023 ao cair do 5º andar do apartamento onde morava, no Rio de Janeiro. A quadrilha tinha como objetivo dilapidar o patrimônio milionário de Geneviève, composto principalmente por valiosas obras de arte.

Entre as peças visadas estava "Sol Poente", de Tarsila do Amaral, avaliada em R$ 250 milhões. A delegada responsável pelo caso revelou que a organização criminosa utilizava métodos de manipulação emocional e psicológica para extorquir a idosa, levando-a a acreditar em supostas premonições e maldições.

Contra Diana Rosa, havia um mandado de prisão preventiva por associação criminosa, estelionato majorado, extorsão majorada, roubo majorado e cárcere privado, crimes que foram cometidos repetidamente. A falsa vidente já havia sido presa em 2022, mas foi solta no final daquele ano, voltando a figurar na lista dos mais procurados do Disque Denúncia do Rio de Janeiro.

Na última semana, o Disque Denúncia divulgou um cartaz com informações sobre Diana Rosa, o que ajudou na sua localização e prisão. O caso ainda está em andamento, e as investigações continuam para identificar e prender outros possíveis membros da quadrilha.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.