ROUBO E MORTE EM SJC

Antes da morte, trabalhador foi arrastado por 200 m pelo ladrão

O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu no Dom Pedro 1º, na madrugada do último domingo (12), e está sendo investigado pela Polícia Civil. Homem foi morto após baile funk

Por Da redação | 4 dias atrás | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Reprodução

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil
Caso está sendo investigado pela Polícia Civil

Antes de ser morto, lançado contra uma árvore, o trabalhador vítima de um ladrão na zona sul de São José dos Campos foi arrastado por cerca de 200 metros com metade do corpo para dentro e a outra metade para fora do próprio carro, que estava sendo roubado. O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu no Dom Pedro 1º, na madrugada do último domingo (12), e está sendo investigado pela Polícia Civil.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

A vítima, de 28 anos, morreu quando voltava para casa após um baile funk. No caminho, ele bateu o carro em outros dois veículos, quando passava por uma praça no Campo dos Alemães.

O crime aconteceu na rua Gilberto Consiglio, no Conjunto Habitacional Dom Pedro 1º. Naquela madrugada, o homem havia saído de um baile funk e dirigia seu Meriva. Passando por uma praça do Campo dos Alemães, bateu contra dois carros, um Celta e um i30. As circunstâncias deste acidente ainda estão sendo investigadas.

Na sequência, o dono do Celta, de acordo com informações preliminares, teria conversado com o motorista do Meriva, que acertou que arcaria com o prejuízo. Porém, enquanto a vítima conversava com o dono do Celta, quatro homens ligados ao i30 chegaram ao local e, de forma coercitiva, tomaram as chaves do Meriva das mãos do homem.

Em seguida, um dos homens entrou e deu partida no Meriva, saindo em arrancada. A vítima tentou entrar no veículo, pela janela do motorista, ficando com metade do corpo para fora do carro. Assim, a vítima foi arrastada por 200 metros, com o motorista passando por cima de um canteiro central. Com a manobra, a vítima foi lançada contra uma árvore, morrendo.

O homem que conduzia o Meriva da vítima fugiu. O carro foi encontrado horas após o crime, por policiais militares, e estava depenado e abandonado na rua Paula Correa de Faria, no Campo dos lemães. A Polícia Civil busca imagens de câmeras de segurança em busca do autor do crime. Quem tiver alguma informação pode ligar para o Disque-Denúncia, pelo telefone 181.

O caso foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) como latrocínio e localização, apreensão e entrega de veículo. A vítima foi sepultada nesta segunda-feira no cemitério Colônia Paraíso. A investigação está a cargo do Deic (Departamento Especializado de Investigações Criminais).

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.