BASQUETE

Régis Marrelli volta ao comando do São José, diz jornalista

Por Marcos Eduardo Carvalho | 03/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Matheus Maranhão/Brasília Basquete

O técnico Régis Marrelli
O técnico Régis Marrelli

O técnico Régis Marrelli vai deixar o Cerrado Basquete e deverá assumir o comando do São José Basket na temporada 2024/2025. Ele irá para o lugar do argentino Sebastián Figueredo, que estava no comando da equipe desde o início de 2022.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

A informação ainda não é confirmada oficialmente pelo clube, mas foi dada inicialmente pelo jornalista Vieira Junior, do programa Parada nos Esportes e do Hora do Esporte, da TV Câmara de São José dos Campos.

A reportagem de OVALE procurou a diretoria do São José, negou a contratação de Marrelli. No entanto, no início da noite desta sexta-feira (3), o clube divulgou uma nota confirmando a saída do treinador.

"Não procede um acerto com ele ou qualquer outro técnico. Por ora, está certa apenas a descontinuidade do Sebastián Figueredo à frente do clube. O contrato dele se encerra ao final desse mês e não será renovado. A diretoria tem conversas em andamento com alguns nomes para o cargo, mas nenhum confirmado até o momento", disse a assessoria do clube, em nota a OVALE.

Na semana passada, os joseenses perderam para o Fortaleza e foram eliminados nas oitavas de final da edição 2023/2024 do NBB (Novo Basquete Brasil).

Se confirmada a informação, Regis Marrelli estará de volta ao clube após 11 anos, em uma saída atribulada e polêmica com a antiga diretoria da São José Desportivo, a Organização Social que comanda o time.

Marrelli foi o treinador mais vitorioso da história do São José Basket, conquistando dois títulos paulistas e um vice-campeonato do NBB.

Em 2013, ele foi demitido a três dias da estreia na temporada 2013/2014 do NBB, sendo substituído por Edvar Simões, que durou dois meses no cargo e também acabou demitido.

Depois disso, Régis Marrelli passou por clubes como o Vitória e Palmeiras, hoje com o basquete desativados, e estava no Cerrado Basquete.

Receba as notícias mais relevantes de Vale Do Paraíba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.