POLÍCIA

Adolescente vizinho é investigado por triplo homicídio em Agudos

Menino de 15 anos foi encontrado morto, nesta segunda-feira, em um prédio em construção em Bauru

Por Lilian Grasiela | 27/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

Guilherme Matos

O crime ocorreu em uma residência na avenida João Pessoa e chocou a população de Agudos
O crime ocorreu em uma residência na avenida João Pessoa e chocou a população de Agudos

Agudos - A Polícia Civil investiga se um adolescente de 15 anos, vizinho do imóvel onde três pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas, na manhã da última sexta-feira (24), em Agudos (13 quilômetros de Bauru), foi o autor dos homicídios. Ele estava desaparecido desde o dia dos fatos e foi encontrado morto, nesta segunda (27), por volta das 10h45, em um prédio em construção na avenida Doutor Adolpho Miraglia, na Vila Regina, nas proximidades da base operacional da Polícia Militar Rodoviária de Bauru.

A reportagem apurou que o adolescente seria dependente químico e que, na sexta, logo após a localização dos corpos de Joana de Fátima Sanches Carrasco, 70 anos, Aparecido Roberto Carrasco, 74 anos e do genro deles, o autônomo Valdinei de Sousa, 57 anos, ele teria deixado a sua casa com um saco preto nas mãos e comprado R$ 360,00 em peças de roupas em uma loja em Agudos. As cédulas foram apreendidas para perícia.

Na noite desta segunda, equipes da Polícia Científica fazem perícia na residência do adolescente, inclusive com o uso de luminol, para tentar identificar vestígios de sangue. Segundo o delegado Marcos Jeferson, responsável pelas investigações, além das oitivas, diligências estão sendo feitas visando à localização da faca usada no crime e do celular levado de uma das vítimas, que ainda não foi encontrado.

Conforme divulgado pelo JCNET/Sampi, os dois idosos e o genro deles foram encontrados mortos por uma mulher de 46 anos, esposa e filha das vítimas, que foi até a residência do casal, na avenida João Pessoa, no bairro Professor Simões, por volta das 10h30, após não conseguir contato telefônico com seu marido, Valdinei de Sousa, que havia saído para caminhar, e com seus pais. O autônomo costumava visitar os sogros todas as manhã.

De acordo com o registro policial, o corpo do aposentado estava próximo ao fogão, na cozinha, e tinha perfurações no pescoço. Já a aposentada foi encontrada caída em outro cômodo, com golpes de faca na parte de trás do pescoço. O corpo de Valdinei foi localizado em outro cômodo, também com marcas de facadas no pescoço. A quantidade de golpes que cada um levou será levantada após perícia.

Equipe do Corpo de Bombeiros retirou da casa um botijão de gás que estava pegando fogo na cozinha. Segundo o BO, três bocas do fogão estavam acesas e um pano estava incendiado sobre ele. A Polícia Científica realizou perícia no local e em um terreno que fica nos fundos do imóvel e os corpos das três vítimas foram conduzidos ao Instituto Médico Legal (IML) de Bauru para exame necroscópico.

Leia mais: Filha se depara com pais e marido mortos, com sinais de facadas

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.