'DESMANTELO'

Prefeitura corta verba da Orquestra de Franca e maestro protesta: 'Absurdo'

'O projeto, de notório sucesso, tem 15 anos já e não é razoável essa medida da Prefeitura”, disse Nazir Bittar, na sessão da Câmara desta terça-feira.

Por N. Fradique | 27/02/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

N. Fradique/GCN

Maestro Nazir Bittar durante uso da Tribuna da Câmara na manhã desta terça-feira
Maestro Nazir Bittar durante uso da Tribuna da Câmara na manhã desta terça-feira

O maestro e diretor da Orquestra Sinfônica de Franca, Nazir Bittar, usou a Tribuna da Câmara Municipal de Franca, na manhã desta terça-feira, 27, questionando a Prefeitura de Franca, pelo corte da verba que era destinada ao projeto musical, na ordem de R$ 15 mil por mês.

Os recursos são gerenciados pela Feac (Fundação de Esportes, Arte e Cultura), e não são liberados desde abril do ano passado. Por conta do corte, as apresentações da Orquestra estão paradas, igualmente todos os seus segmentos como Orquestra Jovem, Ensemble Vocal, Jovens Cantores de Franca e o concurso da Mais Bela Voz Infantil e Adulto.

“A Prefeitura e a Feac cortaram bruscamente a verba da orquestra sem nenhuma justificativa plausível, terminando praticamente o único programa cultural regular da Prefeitura. Esse desmantelo é um absurdo, sendo que o projeto é de notório sucesso tem 15 anos já e não é razoável essa medida da Prefeitura”, disse Nazir Bittar.

O maestro lembrou que o trabalho musical em Franca é reconhecido e sempre fez parte de grandes eventos da cidade, em datas importante,s com a presença da população, como os concertos de Natal e aniversário da cidade. “Em 15 anos de história, nunca deixamos de fazer nosso concerto de Natal na Catedral, nunca deixamos o concerto de aniversário da cidade, esse projeto que sempre foi de sucesso e acabar assim, sem mais nem menos, é muito difícil”.

O diretor da Orquestra finalizou: “Antes um violino nas mãos de um jovem do que uma bazuca. A tônica sempre foi dar oportunidade aos artistas francanos e à população”.

Os vereadores Gilson Pelizaro (PT), Claudinei da Rocha (MDB), Marcelo Tidy (União), Ilton Ferreira (PL) e Della Motta (Podemos) lamentam o fim do projeto, criticando a decisão da Feac. “Tem que separar o esporte da arte e cultura. É inadmissível a nossa orquestra ficar de fora das comemorações dos 200 anos de Franca. Vamos colocar peso nesse ofício encaminhado ao Executivo, pedindo mais apoio à cultura, à música”, disse Della Motta, presidente da Câmara.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

21 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • IRA
    29/02/2024
    ,Inadimicivel.,imagine, cortando CULTURA, pois a ORQUESTRA SINFONICA, D E FRANCA, faz parte da vida dessa c idade,srs municipes, entrem e vejam, o que se pode ser feito,.,nao deixe a ORQUESTRA acabar, por falta do patrocinio,
  • Abraão
    29/02/2024
    Franca perdendo sua cultura e artistas
  • Marcio silva
    28/02/2024
    Perda grande para cidade. Vergonhoso
  • Helena
    28/02/2024
    Tomara que voltem os concertos e que a orquestra seja devidamente apoiada. Em todas as ocasiões que assisti com minha família sempre foi tudo lindo e bem feito.
  • Verdade Verdadeira
    28/02/2024
    Quanto mais o tempo passa, maior se torna a ignorância das pessoas
  • Jose
    27/02/2024
    Assisti uma apresentação no final de ano dessa famosa orquestra e achei que estavam ensaiando e durou no máximo 20 minutos o tal maestro entrou mudo e saiu calado, uma falta de respeito e em outra oportunidade vi uma apresentação no aniversário de Franca e parecia uma apresentação para velório...Prefeito está certo, t que atender os bairros periféricos como esta sendo feito com viola, violão, teatro, orquestra para crianças.
  • Anésio Borges
    27/02/2024
    Maestro nunca ligou para quando decidiram acabar com o carnaval em Franca, se seu interesse de fato fosse a música teria lutado também pelo o carnaval, que trazia emprego e dinheiro para nossa cidade, e tirava muito mais crianças da rua do que essa orquestra elitizada.
  • Henrique L.
    27/02/2024
    Grande perda para cidade. As apresentações sempre foram gratuitas e a qualidade do trabalho incrível. Um orgulho para nossa cidade. Quem fala mal é porque desconhece, conheçam melhor e mudaram seus conceitos.
  • Silvio
    27/02/2024
    Uma perda muito grande para a cidade. Além da cultura, faz um trabalho social muito bonito, inspirando jovens. Muito pouco recurso para ser cortado pelo tamanho e qualidade do trabalho prestados a cidade e a comunidade.
  • Márcio
    27/02/2024
    Por que nunca tentaram conseguir um patrocínio das empresas privadas de Franca?
  • Carlos
    27/02/2024
    Nos últimos dias que acompanhei a orquestra, estavan mal preparados, sem vestimenta adequada e com uma cara de quem não queria estar apresentando no centro da cidade, será que o dinheiro realmente estava sendo bem investido? Será que o dinheiro estava chegando?
  • Marco
    27/02/2024
    É triste ler os comentários de quem não entende de cultura. Infelizmente nossa cidade padece de ações educativas, ninguém melhor que o poder público para incentivar e mudar esta lamentável realidade.
  • Heloisa
    27/02/2024
    Ao meu ver não existe justificativa para um corte destes. Que vergonha da nossa administração. Será que estão pensando em pagar para a orquestra de Ribeirão Preto via até Franca? Para onde o dinheiro irá?
  • Nariana
    27/02/2024
    Que triste! Grande perda para nossa cidade! Precisamos reverter esse retrocesso!
  • Dirceu
    27/02/2024
    Cortaram a verba pra poder pagar o aumento dos salários dos nobres vereadores. Pior que tem gente que ainda acha que isso vai ser para o BEM da cidade... Os tais 15 mil mensal, sumirão, como todo dinheiro pago em impostos.
  • Luizao
    27/02/2024
    Essa FEAC é UMA VERGONHA! INCOMPETENTES E SAFADOS!!!!
  • marcelo dias
    27/02/2024
    sera q essa verba vai pra mais obra de transito mal projetada feito por toda cidade?
  • Antonio Carlos
    27/02/2024
    Uai!!!, mas Franca tem uma orquestra??, tem??, é essa orquestra custa 15 mil mensais de dinheiro público???, ué...eu não sabia disso. Então que tal que essa orquestra seja auto-sustentável levantando os seus próprios recursos com a sua arte??, se for mesmo boa as pessoas vão pagar pra ver, o que está acontecendo é que ninguém está vendo mas está pagando, ou não?. Eu parto da premissa que quem comer tem que trabalhar, como todo mundo faz. Chupins e parasitas tem que ser eliminados, mesmo.
  • edson
    27/02/2024
    não vi o posicionamento da FEAC nessa reportagem, o que eles alegaram para tal atitude?
  • Maria
    27/02/2024
    Corretíssimo em cortar o Senhor Maestro está assim porque obviamente perdeu seu salário , existe outras prioridades em Franca aí meu ver
  • José Roberto
    27/02/2024
    O Alexandre não gosta de cultura! Ele gosta de funk