3 mil servidores trocarão de banco

A partir de janeiro de 2007, todos os funcionários públicos estaduais de São Paulo - ativos, inativos, pensionistas e beneficiários de pensões especiais e das cartei

01/08/2006 | Tempo de leitura: 2 min

Fachada da agência da Nossa Caixa no Centro de Franca. Banco receberá cerca de 3 mil correntistas que são servidores públicos estaduais e atualmente possuem contas no Santander Banespa
Fachada da agência da Nossa Caixa no Centro de Franca. Banco receberá cerca de 3 mil correntistas que são servidores públicos estaduais e atualmente possuem contas no Santander Banespa
A partir de janeiro de 2007, todos os funcionários públicos estaduais de São Paulo - ativos, inativos, pensionistas e beneficiários de pensões especiais e das carteiras autônomas administradas pelo IPESP (Instituto de Previdência do Estado de São Paulo) - deverão ficar atentos às novas normas para recebimento de seus benefícios salariais. A data fixa o prazo para que os servidores correntistas do banco Banespa (privatizado em 2000) abram novas contas na instituição privada Banco Nossa Caixa. A partir de 2007, os pagamentos mensais a funcionários do Estado migrarão, ou seja, serão depositados no banco estatal. A medida interfere na rotina de 3 mil funcionários públicos estaduais de Franca, num total de 11 mil trabalhadores na região. A migração já começou espontaneamente, mas um decreto do governador Cláudio Lembo, de 18 de julho deste ano, deve ordenar e agilizar o processo de abertura de conta, com convocação através do número do RG (veja quadro nesta página). De acordo com o coordenador da Equipe de Migração do Banco Nossa Caixa Regional-Franca, José Sérgio Viziack, o prazo destina-se evitar transtornos em janeiro, quando as contas que ainda não foram abertas migrarão do Banespa automaticamente para a Nossa Caixa. “O processo de abertura é simples, mas demanda tempo. Por isso, estamos convocando os servidores com antecedência para evitar imprevistos, demoras e reclamações futuras”, disse. A medida, no entanto, não obriga os correntistas a migrarem imediatamente para o outro banco. Segundo a gerente de Relacionamentos do Banespa, Suyene Mendes Rodrigues, o banco atenderá aos servidores até o fim do ano. “O Santander Banespa continuará efetuando o pagamento do funcionalismo até dezembro deste ano”, disse. De acordo com José Sérgio, as novas contas não serão do tipo “contas-salário”. “Serão contas correntes comuns. São normas do Banco Central. Mas, o servidor terá vantagens de isenção de taxas (menos CPMF) até 31 de março e após esta data desconto de 25% nas taxas de manutenção”, disse.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.