Golpe pela internet oferece veículos a preços irrisórios

O agricultor MCR, 43, morador em Franca, comprou um caminhão e um trator por apenas R$ 15 mil durante a semana. A negociação foi feita pela internet e ele acreditava ter concretiz

29/06/2006 | Tempo de leitura: 2 min

O delegado Wanir observa em seu computador página de empresa acusada de aplicar golpes pela Internet: vítimas por todo o Brasil
O delegado Wanir observa em seu computador página de empresa acusada de aplicar golpes pela Internet: vítimas por todo o Brasil
O agricultor MCR, 43, morador em Franca, comprou um caminhão e um trator por apenas R$ 15 mil durante a semana. A negociação foi feita pela internet e ele acreditava ter concretizado um excelente negócio. Depositou o dinheiro em uma conta na Bahia, mas não recebeu os veículos. Procurou a polícia e foi informado de que havia caído em um golpe. Centenas de pessoas em todos o País já passaram pela mesma situação. O valor do prejuízo é incalculável. MCR foi vítima de uma quadrilha especializada, que age em todo o Brasil usando a internet como arma. O agricultor foi atraído pelo preço dos veículos e pelas condições de pagamento oferecidos pela página eletrônica da “Tratorcar”. Segundo a Polícia Civil de Franca, a firma é fantasma e teria sido aberta por falsários exclusivamente para aplicar golpes. “O site tem até propaganda em canais fechados, mas é clandestino. De acordo com a página, a sede da empresa seria em Araripina (PE). Falei com o delegado de lá e fiquei sabendo que não existe nenhuma firma com esse nome na cidade”, disse o delegado Wanir José da Silveira Júnior. Os números dos telefones existentes no site (cujo DDD é de Recife) foram desligados e não atendem mais às chamadas. “Apesar de o site informar que a sede da empresa é em Araripina, na Receita Federal o endereço consta como sendo na Bahia. Isso já mostra a fraude”. Os policiais rastrearam a conta em que o agricultor de Franca depositou o dinheiro. Havia apenas um centavo de saldo. A página da empresa na internet é muito bem-feita (www.tratorcar.com.br). Traz uma foto da suposta sede da firma em Araripina - que a polícia acredita ter sido montada - e inúmeros anúncios de supostos patrocinadores, todos conhecidos nacionalmente e ligados aos setores de veículos e de máquinas agrícolas. Por meio de um link, é até possível acessar a página da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. No site, são disponibilizadas fotos de carros, caminhonetes e caminhões seminovos com preços até 30% abaixo dos praticados pelo mercado. Entrada de apenas 20%, financiamentos com parcelas a perder de vista e parcelas anuais são outras “vantagens” oferecidas. Detalhe: frete incluso para todo o Brasil. A única exigência é que os clientes depositem um sinal do valor total da compra. “Feito o depósito, o dinheiro é sacado e os estelionatários desaparecem”, afirmou o delegado Wanir.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.