Alimentação básica de família consumiria R$ 300 por mês

Uma família composta de cinco pessoas (três adultos e duas crianças) precisaria de pelo menos R$ 300 (85% do salário mínimo) para comprar o mínimo de comida pa

31/05/2006 | Tempo de leitura: 1 min

O aposentado Carlos Porto, que aparece ao lado das netas Verônica, Jeniffer, Ana Cláudia, Kailane e Fernanda (no sentido horário). Até segunda-feira, eles comiam apenas arroz, feijão e chuchu e ontem ganharam uma cesta b&
O aposentado Carlos Porto, que aparece ao lado das netas Verônica, Jeniffer, Ana Cláudia, Kailane e Fernanda (no sentido horário). Até segunda-feira, eles comiam apenas arroz, feijão e chuchu e ontem ganharam uma cesta b&
Uma família composta de cinco pessoas (três adultos e duas crianças) precisaria de pelo menos R$ 300 (85% do salário mínimo) para comprar o mínimo de comida para refeições saudáveis. O valor foi baseado em levantamento informal feito ontem pela reportagem a partir de um cardápio básico (arroz, feijão, carnes, frutas, saladas, leite, queijo e pão) elaborado pela nutricionista Neuci Moreno e dos preços mais baratos dos alimentos nos supermercados. O resultado confirma as sérias dificuldades de cerca de 50 mil pessoas em Franca para fazerem refeições completas. Em matéria publicada ontem, o Comércio da Franca mostrou que elas possuem comida, mas não todos os nutrientes importantes para o desenvolvimento físico e intelectual. Todas as famílias têm renda inferior a um salário mínimo e comer o recomendado significaria destinar mais de 80% da renda mensal (R$ 300) somente para suprir as despesas com alimentação, sem considerar saúde, educação, habitação, transporte e outros. AJUDA Após publicação da reportagem sobre as dificuldades de as pessoas conseguirem alimentos, a família do aposentado Carlos Porto, 48, do Jardim Vera Cruz, recebeu doações de cestas básicas e carnes. A renda mensal de Carlos é de apenas R$ 240. Até segunda-feira, eles vinham consumindo apenas arroz, feijão e chuchu. A auxiliar de manipulação, Jaqueline Borges, foi uma das leitoras que se sensibilizaram com a história e resolveu ajudar. “Vi que há crianças sem ter o que comer. Às vezes, em casa, a gente desperdiça tanta coisa. Decidi doar uma cesta básica para a família do senhor Carlos todo mês”, disse Jaqueline.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.