Madre Rita se torna beata hoje

A Igreja Católica realiza hoje a cerimônia de beatificação da religiosa portuguesa Madre Rita Amada de Jesus, fundadora do Instituto Jesus Maria José, responsá

27/05/2006 | Tempo de leitura: 2 min

A fiel Esméria Taveira Cintra está em Portugal para acompanhar a beatificação neste domingo: ela foi curada da doença de Chagas no intestino graças a um milagre da Madre Rita. Cerimônia será assistida
A fiel Esméria Taveira Cintra está em Portugal para acompanhar a beatificação neste domingo: ela foi curada da doença de Chagas no intestino graças a um milagre da Madre Rita. Cerimônia será assistida
A Igreja Católica realiza hoje a cerimônia de beatificação da religiosa portuguesa Madre Rita Amada de Jesus, fundadora do Instituto Jesus Maria José, responsável pela criação, há mais de 80 anos, do colégio de mesmo nome em Franca. O ato será conduzido pelo cardeal Saraiva Martins, representante do papa Bento XVI, e assistida por um grupo de 30 pessoas de Franca, na cidade de Viseu (norte de Portugal), terra natal da religiosa. Liderados pelo bispo diocesano dom Diógenes Silva Matthes, religiosos e leigos embarcaram para a Europa no dia 22 e hoje acompanharão a celebração. As pessoas que não viajaram prepararam programação especial na cidade em homenagem à beata. O padre José Geraldo Segantin celebrará neste domingo, às 10h30, uma missa solene de ação de graças na Catedral. As irmãs do Colégio Jesus Maria José participarão da solenidade pela manhã e às 17 horas de Brasília (13 horas em Portugal) se reunirão na Casa das Irmãs, na Vila Raycos, para assistir à cerimônia que tornará beata a fundadora do instituto mantenedor da escola. A celebração será transmitida pela TV Canção Nova. “Irmãs de Batatais e Uberaba (MG) também deverão vir para Franca acompanhar conosco, afinal estamos todos vibrantes e comovidos em levar Madre Rita aos altares. Para nós, ela é uma vencedora”, disse a irmã Helena Benedetti. No dia 31, às 17 horas, haverá outra missa de ação de graças na Igreja São Judas Tadeu. Beatificada, Madre Rita será conhecida no mundo todo como apóstola da família, do rosário e da eucaristia. CURA EM FRANCA O processo de beatificação foi iniciado há 15 anos. Esméria Taveira Cintra, 63, de Franca, sofria com a doença de Chagas no intestino. Ela chegou a fazer duas cirurgias para se curar e, na terceira intervenção, mesmo desacreditada pelos médicos, decidiu fazer a operação. Depois de sete horas em cirurgia, Esméria pediu ao médico para avisar os familiares de que estava curada. Antes, em casa, ouvira sua filha, que era irmã do Colégio Jesus Maria José, rezar e pedir misericórdia a Madre Rita. O milagre foi reconhecido pelo papa João Paulo II em 2004. Esméria participa da beatificação em Portugal.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.