RIBEIRÃO PRETO MANTÉM COMBATE AO MOSQUITO

A Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, por intermédio da Divisão de Controle de Vetores, continua atuando no combate ao mosquito Aedes aegypti (transmissor da d

18/05/2006 | Tempo de leitura: 1 min

Policiais militares ajudam agentes de saúde a vistoriar casas no trabalho de combate à dengue
Policiais militares ajudam agentes de saúde a vistoriar casas no trabalho de combate à dengue
A Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, por intermédio da Divisão de Controle de Vetores, continua atuando no combate ao mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue). Cerca de 80 agentes de saúde percorrem a cidade para evitar a proliferação do mosquito. Entre os bairros mais visitados estão Maria da Graça, Jardim Progresso, Jardim Marchesi e Parque Ribeirão Preto, zona oeste da cidade. A previsão é de que o trabalho nestes bairros seja concluído em um mês. O município já registra 1.671 casos de dengue somente este ano. Os números da doença também cresceram em Orlândia, passando de 22 para 31, de acordo com balanço da Vigilância Epidemiológica divulgado esta semana. Diante da dificuldade imposta por moradores, a prefeitura recorreu à Justiça para garantir que os agentes entrassem nos imóveis que permaneciam fechados. As ações foram acompanhadas por policiais militares.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.