‘Se Liga’: foi o campeão de audiência entre os conselheiros do ‘Comércio’

Dezenas de assuntos foram abordados na reunião do Conselho de Leitores do dia 25 de março.

01/04/2006 | Tempo de leitura: 2 min

Onze dos 12 membros titulares do Conselho de Leitores do Comércio da Franca participaram da reunião do dia 25 de março, no ‘Café do Comércio’, sob a presidência do jornalista Corrêa Neves Júnior, diret
Onze dos 12 membros titulares do Conselho de Leitores do Comércio da Franca participaram da reunião do dia 25 de março, no ‘Café do Comércio’, sob a presidência do jornalista Corrêa Neves Júnior, diret
Dezenas de assuntos foram abordados na reunião do Conselho de Leitores do dia 25 de março. Mas um foi o campeão disparado: o caderno Se Liga, que circulou com a edição do dia 19 de março e apresentou a novidade aos leitores do Comércio da Franca. A conselheira Juliana Passos disse ter gostado do mapa das atrações existentes em Franca e Junia Franco elogiou a reportagem “Aventura”, que mostra os locais da região mais freqüentados pelos praticantes de esportes radicais. O conselheiro Marcelo Prestes classificou o Se Liga como “muito interessante” e destacou o texto “descrevendo Franca e os francanos”. Justificou essa observação com a seguinte explicação: “As pessoas de outras localidades chegam aqui sem informação alguma e não encontram orientação nem mesmo na prefeitura”. É por isso que ele entende que o Se Liga tem tudo para fazer sucesso entre os leitores do Comércio da Franca. Alexandre Leonel também gostou do Se Liga e elogiou o caderno de lançamento da página, o Guia Se Liga. “As faculdades de Franca não possuem política de recepção dos estudantes de fora. O caderno ajudou a suprir essa deficiência”. CRIMES SEXUAIS Os crimes de abuso sexual foram outro tema muito discutido durante o encontro de conselheiros. Para o conselheiro Alexandre Leonel, “a continuar assim, os crimes sexuais se tornarão crimes públicos”. Ele disse que “falta política social” específica a esse respeito e ressaltou: “O Conselho Tutelar não consegue entrar nas casas e nas instituições para averiguar o que acontece, nem impedir abusos e crimes sexuais”. Pedofilia, um tema delicado, obteve respostas assertivas de todos os conselheiros que responderam sim à pergunta: “O jornal deve continuar se aprofundando no assunto e fazendo chamadas sobre ele na capa?” Sônia Machiavelli lembrou que o crescimento das denúncias está relacionado com a publicação dos fatos. Ao tomar conhecimento de casos parecidos, adultos que testemunham dramas semelhantes se sentem convocados moralmente a procurar ajuda na polícia, nas delegacias, nos órgãos que defendem a infância. “A criança é uma vítima silenciosa, ela teme o adulto que abusa porque ele a ameaça; precisa ser defendida”, completou.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade GCN/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.