Está servido?

A mudança no cardápio diário das famílias nesta época do ano está diretamente relacionada a fé de cada um.

10/03/2006 | Tempo de leitura: 1 min

Angélica Barbosa, 28, é uma das que alteram sua alimentação na Quaresma: durante 40 dias só peixe é consumido
Angélica Barbosa, 28, é uma das que alteram sua alimentação na Quaresma: durante 40 dias só peixe é consumido
A mudança no cardápio diário das famílias nesta época do ano está diretamente relacionada a fé de cada um. Para a operadora de caixa Angélica Barbosa, 28, a Quaresma é uma época de agradecimento e respeito. A moça conta que passou a pensar dessa forma após ter se recuperado de um acidente de carro em 2003. Na ocasião, por pouco não perdeu a vida. “Quebrei a bacia e meu baço teve de ser retirado”, recorda. O sofrimento vivido, declara, serviu para reforçar a sua fé. Todos os anos, na Quarta-Feira de Cinzas, dia em que começa a Quaresma, a jovem se mantém em jejum absoluto da meia-noite às 12 horas. A partir daí, dentro dos 40 dias, não come carne vermelha às quartas e sextas-feiras. Só peixe, frutas e verduras. Ela ressalta que mantém esse hábito desde a infância, pois a família a que pertence nunca deixou de freqüentar a Igreja Católica. “Por isso, abrimos mão de tudo o que nos lembra sangue e a morte de Jesus Cristo na cruz”, diz. “É uma forma de respeito”. Angélica diz ainda aproveitar os dias que antecedem a Páscoa para fazer votos, sempre que vai à missa, para que todos tenham uma vida melhor. Hoje, aos 28 anos, educa seus dois filhos, um de oito anos e outro de 11 meses, com base nesses princípios religiosos. A missa é uma obrigação e em todos os domingos pela manhã pode ser vista nos bancos existentes na Igreja de São Sebastião.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.