‘Era Mambrini’ começa hoje com discussão sobre vetos do prefeito

O ano de atividades na Câmara Municipal começa, nesta terça-feira, com a discussão de dois vetos do prefeito Sidnei Rocha (PSDB) a projetos aprovados pelo Legislativo no ano

06/02/2006 | Tempo de leitura: 2 min

Wildnei Teodoro da Redação O ano de atividades na Câmara Municipal começa, nesta terça-feira, com a discussão de dois vetos do prefeito Sidnei Rocha (PSDB) a projetos aprovados pelo Legislativo no ano passado. Essa será a primeira sessão ordinária presidida por Marcelo Mambrini (PMN), o sargento Mambrini. O vereador espera que seja o início de um período de tranqüilidade na câmara. “Espero que tudo corra na mais perfeita normalidade possível’, disse ontem. Mas a vida de Mambrini, pelo menos hoje, não promete ser assim tão tranqüila. A pauta do dia começará com a discussão do veto ao projeto do vereador Gilson Pelizaro (PT), que prevê o fornecimento à Câmara de relatórios trimestrais sobre multas aplicadas pelo município no trânsito de Franca. A proposta, aprovada pelos vereadores no ano passado, foi vetada por Sidnei Rocha. “Nós vamos até as últimas conseqüências para não abrir mão da mais primordial função da Casa, que é fiscalizar o Poder Executivo”, disse e já partiu para o ataque: “um governo que não quer ser fiscalizado é autoritário e ditatorial. Esse tipo de governo nós já enterramos há mais de 20 anos”. Pelizaro disse que o fornecimento dos relatórios facilitará à população o acesso às informações e propiciará condições para que a Câmara faça auditoria da aplicação dos recursos provenientes das multas. Logo após, será apreciado outro veto de Sidnei. O vereador Maurício Chinaglia (PSB) aprovou no ano passado proposta de isenção da taxa de inscrição em concursos públicos municipais para candidatos com baixa renda ou portadores de deficiência. Sidnei discordou e agora os vereadores poderão aprovar a lei sem seu aval. OUTROS TÓPICOS Na reunião de hoje, ainda haverá a discussão da proposta do médico e vereador Joaquim Ribeiro (PSB) de tributar a passagem de redes de transmissão elétrica e de telecomunicações pelo município. Também será abordada a proposta do prefeito para a criação de cargos comissionados na Emdef (Empresa para o Desenvolvimento de Franca). Três projetos que dão nomes a ruas da cidade também serão votados.

Fale com o GCN/Sampi! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção?
Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Franca e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.