OPERAÇÃO

Polícia prende homem por vender combustível ilegal em Paulínia

A ação ocorreu em um galpão de Paulínia, onde foram apreendidos produtos químicos ilegais e detido o proprietário do estabelecimento.

Por Thiago Rovêdo | 3 dias atrás | Tempo de leitura: 1 min
Especial para Sampi Campinas

Divulgação

Produtos foram apreendidos pela Polícia Civil
Produtos foram apreendidos pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Campinas realizou, na quarta-feira, 15, uma operação contra venda de combustíveis adulterados. A ação ocorreu em um galpão situada na cidade de Paulinia, onde foram apreendidos produtos químicos ilegais e preso o proprietário do estabelecimento.

A operação, conduzida pela Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais) de Campinas, identificou que o galpão era utilizado para armazenar e adulterar combustíveis. Na tarde de quarta-feira, com mandados em mãos, os policiais foram até o local.

No galpão foram encontrados tanques contendo metanol e álcool anidro adulterado, além de diversas latas de metanol envasados de forma ilegal, bem como, latas de uma outra empresa.

Testes químicos confirmaram a presença de metanol, um produto tóxico regulado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). O proprietário admitiu a compra e venda dos produtos sem emissão de notas fiscais.


"Diante das evidências, a autoridade policial requisitou exames periciais e apreendeu os produtos. O proprietário foi detido e conduzido à unidade policial para as medidas legais", informou a Polícia Civil. 

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.