SESSÃO TENSA

Borgo e presidente da Câmara dão voz de prisão um ao outro

Bate-boca começou depois da leitura de um pedido de cassação de integrantes da Mesa Diretora

Por André Fleury Moraes | 13/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

André Fleury Moraes

O vereador Eduardo Borgo (Novo) em discussão com a Mesa Diretora
O vereador Eduardo Borgo (Novo) em discussão com a Mesa Diretora

Os vereadores Eduardo Borgo (Novo) e Júnior Rodrigues (PSD), este último presidente da Câmara de Bauru, deram voz de prisão um ao outro no início da sessão desta segunda-feira (13).

O bate-boca começou depois da leitura de um pedido de cassação de integrantes da Mesa Diretora da Casa, protocolado por um munícipe na manhã desta segunda, que acabou rejeitado.

O pedido solicitou que integrantes da Mesa se declarassem impedidos de votar o pedido de cassação porque eles são interessados diretos nas eventuais consequências da medida. Mas a Mesa declinou da suspeição.

Neste momento o vereador Eduardo Borgo disse que o presidente descumpria o regimento interno ao negar o impedimento e deu voz de prisão ao presidente da Câmara.

Júnior Rodrigues rebateu e disse que o decreto-lei 201/67, que disciplina crimes de responsabilidade, sobressai sobre o regimento interno. Em seguida, deu voz de prisão a Borgo argumentando que o colega incorreu em falsa comunicação de crime.

O vereador Borgo foi à delegacia assim que a discussão terminou para registrar boletim de ocorrência (BO).

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Angelo Carlos
    13/05/2024
    Hilário, teatrinho para mostrar quem pode mais. Isso se tornou pão e circo.
  • Tati
    13/05/2024
    Jesus! Que zoeira tudo isso... Bauru está precisando de um bom conciliador...