GOLEADA

Romero comanda o passeio, e Corinthians goleia Nacional pela Sul-Americana

O Corinthians venceu o Nacional-PAR por 4 a 0 nesta terça-feira (9), na Neo Química Arena, pela segunda rodada da Sul-Americana.

09/04/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Gols foram de Romero (2), Yuri Alberto e Pedro Raul
Gols foram de Romero (2), Yuri Alberto e Pedro Raul

O Corinthians venceu o Nacional-PAR por 4 a 0 nesta terça-feira (9), na Neo Química Arena, pela segunda rodada da Sul-Americana. Os gols foram de Romero (2), Yuri Alberto e Pedro Raul.

O Corinthians demorou a embalar, mas tudo mudou com o gol de Romero aos 21 minutos do primeiro tempo. O time alvinegro soube aproveitar a vantagem e não sofreu mais.

No segundo tempo, o Corinthians teve a vida facilitada com a expulsão de Arévalo e passeou. Yuri Alberto fez o segundo, Romero fez mais um e Pedro Raul marcou o quarto.

Ángel Romero agora é o maior artilheiro estrangeiro da história do Corinthians, com 55 gols, superando Paolo Guerrero. O paraguaio também virou o maior goleador da Neo Química Arena, com 32, superando Roger Guedes.

Com a vitória, o Corinthians vai à liderança empatado com quatro pontos e com um gol a mais de saldo que o Racing-URU, que venceu o Argentinos Juniors por 3 a 0 fora de casa.

O público total de 32.351 foi o pior do Corinthians na temporada. A renda foi de R$ 1.999.933,10.

O Corinthians voltará a campo para enfrentar o Atlético-MG no domingo, às 16h, novamente na Neo Química Arena, pela estreia no Campeonato Brasileiro.

Demora para esquentar
O Corinthians não começou bem o jogo. O clube alvinegro ficava com a bola, mas tinha dificuldade para criar chances claras e deixava o Nacional-PAR confortável.

Tudo mudou aos 21 minutos, quando Fausto Vera errou finalização e Romero aproveitou. O paraguaio bateu cruzado e destravou a partida.

A partir daí, o duelo foi outro. O Corinthians se impôs e mostrou muita desenvoltura com Romero pelo lado e Yuri Alberto de volta para a função de centroavante.

Virou passeio
O Corinthians mandou na segunda etapa por completo. O time empilhou chances e passou a jogar para aumentar o saldo, quase sem preocupações defensivas.

Tudo ficou ainda mais fácil quando Arévalo foi expulso no Nacional. Aos 15 minutos, o atacante fez falta dura em Félix Torres e foi para o chuveiro mais cedo.

Com um a mais, o Corinthians precisou de 12 minutos para matar o jogo. Aos 18, Romero cruzou para Yuri Alberto marcar de primeira. No minuto 27, Yuri retribuiu de cabeça e deixou Romero livre para marcar. 3 a 0 e vitória confirmada.

Ainda deu tempo para Pedro Raul marcar o quarto no fim. Aos 43 do 2º tempo, Coronado cruzou na cabeça do centroavante.

Corinthians
Cássio, Fagner (Matheus França), Félix Torres, Gustavo Henrique e Hugo; Raniele, Fausto Vera (Paulinho) e Rodrigo Garro (Coronado); Romero, Wesley (Pedro Henrique) e Yuri Alberto (Pedro Raul). Técnico: António Oliveira

Nacional-PAR
Antony Silva, Alfaro, Blasi, Núñez e Rivas; Meza, Alfaro, Cáceres (Morel) e Lugo (Gómez); Caballero (Arévalo) e Gustavo Caballero. Técnico: Víctor Bernay

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Jhon Ospina (Colômbia)
Público: 32.351
Renda: R$ 1.999.933,10
Assistentes: Jhon Gallego (Colômbia) e Richard Ortiz (Colômbia)
VAR: Yadir Acuña (Colômbia)
Cartões amarelos: Fagner (COR); Meza e Cabellero (NAC)
Cartão vermelho: Arévalo (NAC)
Gols: Romero (COR), aos 22'/1ºT; Yuri Alberto (COR), aos 19', Romero (COR), aos 28', e Pedro Raul (COR), aos 44'/2ºT

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.