PREVENÇÃO

Clima frio e seco exige atenção com todos os tipos de pele

Especialista dá dicas para evitar problemas causados pelo ressecamento, como a descamação e a coceira

Por Nathália Sousa | 10/06/2024 | Tempo de leitura: 3 min

Arquivo JJ

A dermatologista Valéria Campos alerta sobre banhos nesta época do ano, que devem ser curtos e não podem ser quentes demais
A dermatologista Valéria Campos alerta sobre banhos nesta época do ano, que devem ser curtos e não podem ser quentes demais

Em Jundiaí, os dias não estão mais tão frios, mas à noite a temperatura vem caindo e a baixa umidade do ar faz com que a sensação de pele ressecada seja constante para muita gente. De acordo com a dermatologista Valéria Campos, há algumas medidas que podem ajudar a pele a sentir menos esses efeitos do clima.

A médica começa falando sobre a hidratação do corpo de modo geral, já que quando faz mais frio, a ingestão de líquido diminui. "A ingestão de líquido, realmente, tem que ser feita. Então, a pessoa que não gosta de água, pode tomar um chá, um café mais fraco, mas lembrando que sempre sem açúcar e de preferência o café coado, que é mais saudável. É uma maneira de beber líquido, de se hidratar, porque a gente não tem vontade de tomar água gelada com esse frio", aconselha.

"Com relação ao banho, nós temos dois costumes que não combinam entre si. A gente toma banho na mesma quantidade que os indígenas tomavam, mas o banho deles era muito diferente dos nossos. Era banho no rio, sem sabão e frio. Nós tomamos banho quente e ainda a gente esfrega a pele. Esfregar a pele e usar muito sabonete é proibido no inverno. Tem gente que usa o sabonete de pedra, esses que são muito alcalinos, que usa bucha, esfrega na pele, depois toma aquele banho quente, pega a toalha, e, na hora de secar, se esfrega mais. Com isso, você arrebenta a pele. Durante o inverno, eu atendo todo dia pelo menos uma pessoa que acha que está com alergia, mas que é só excesso de banho de limpeza", conta.

Para que o banho não seja agressivo à pele, Valéria dá algumas dicas. "Tomar banho mais frio, mais rápido e, no máximo, um banho por dia. Mas, além dessas dicas óbvias, podemos usar antes do banho um óleo. Existem óleos específicos para banho que são excelentes, mas um bom óleo pode ser o de amêndoas, até o azeite de oliva, que não precisa, claro, ser extravirgem, ou o óleo de coco, que é a minha preferência. Passa antes do banho e toma o banho. Sabonete, deve-se evitar o de barra, usar o sabonete com pH mais ácido, pH 5, que agride menos a pele. Focar mais no rosto, na parte genital, nas axilas e nos pés e evitar ficar esfregando no resto do corpo. Tentar não tomar banho muito quente e, acabou o banho, secar com delicadeza, tocar a toalha sem esfregar e hidratar imediatamente depois", diz ela, acrescentando que a hidratação pode ser estendida aos cabelos também, que podem ficar igualmente ressecados com a água mais quente.

A dermatologista fala sobre os problemas causados pelo ressecamento da pele. "A secura da pele pode começar a dar muita coceira. A pessoa começa a se coçar e às vezes chega a passar álcool, o que piora mais ainda. Ao passar a unha, a gente chama isso de eczematizar, forma como se fosse um eczema, e pode até começar a ficar crônico. Vai piorando, engrossa a pele, mancha, e às vezes até infecção pode ser causada," alerta.

Valéria diz que independentemente do tipo de pele, a hidratação é necessária. "Oleosa quer dizer que tem mais óleo, não quer dizer que tem água. Inclusive, um dos motivos da acne não melhorar é que a pele está sem água, então ela fica mais irritada, mais sensível. Existem hidratantes para pele oleosa e são coisas diferentes. Hidratação é quantidade de água", explica.

Por outro lado, alguns tratamentos de pele são mais indicados nesta época. "Os tratamentos mais adequados para a época de frio são: aproveitar para fazer depilação a laser, porque as pessoas não estão bronzeadas, rejuvenescer, usar um ácido. Tratamentos que podem ser feitos em consultório, com laser, ou em casa. Existem ácidos baratinhos, prescritos por médicos, e que têm efeito cientificamente comprovado, que podem rejuvenescer e são uma excelente oportunidade", aponta.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.