SUCESSO!

Dia dos Namorados deve levar 96 milhões de brasileiros às compras

59% dos consumidores devem presentear na data com cosméticos, roupas e calçados

Por Rafaela Silva Ferreira | 10/06/2024 | Tempo de leitura: 3 min

DIVULGAÇÃO

José Adriano Vieira Martins, gerente de uma loja de roupas, percebeu um crescimento nas vendas de presentes
José Adriano Vieira Martins, gerente de uma loja de roupas, percebeu um crescimento nas vendas de presentes

Com a aproximação do Dia dos Namorados, o comércio se prepara para as vendas. Tradicionalmente, os dias que antecedem o 12 de junho são marcados por um aumento significativo no movimento das lojas, seja em shopping centers ou no comércio de rua. De acordo com pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em levantamento realizado em parceria com a Offerwise, 96 milhões de consumidores devem ir às compras. A pesquisa ainda aponta que 59% os consumidores devem presentear na data e pretendem gastar em média R$ 238 com presentes.

O 12 de junho também deve arrecadar R$ 23 bilhões ao comércio. Os presentes mais procurados serão perfumes, cosméticos e maquiagem (39%), roupas (37%), calçados (24%), um jantar (20%) e bombons e chocolates (18%). “O Dia dos Namoradores é uma data muito especial e aguardada pelos setores do comércio, serviços, gastronômico e de hotelaria. Nossa expectativa é muito positiva. É o momento dos lojistas destacarem sugestões de presentes nas vitrines, diversificar formas de pagamento e oferecer descontos”, declara Edison Maltoni, presidente da CDL e do Sincomercio.

Já Leandra Maia Diniz, presidente da Associação Comercial Empresarial de Jundiaí, conta que o Dia dos Namorados é uma das datas mais fortes para o varejo. "Anualmente, os produtos mais procurados são roupas e calçados, mas a data movimenta vários outros setores do varejo e geralmente há aumento nas vendas de flores, chocolates e perfumes. Além dos presentes físicos, muitos consumidores buscam experiências diferentes, como jantares em restaurantes, viagens, ou passeios especiais, beneficiando setores como gastronomia, turismo e entretenimento."

Comércio

José Adriano Vieira Martins, gerente de uma loja de roupas, percebeu um crescimento nas vendas de presentes, especialmente de roupas de frio. "O fim de semana que passou foi muito bom em relação às vendas, e creio que vai melhorar ainda mais. As mulheres são a maioria das clientes que vêm comprar os presentes. Os homens ainda estão meio devagar", comenta. "Embora ainda não tenhamos números específicos em aumento por conta da data, que só chega amanhã, os preços estão acessíveis, variando de R$ 39,99 até R$ 99,99."

Por lá os descontos específicos para o dia 12 ainda não chegaram, mas a loja conta com promoções aplicadas em compras feitas com o cartão do estabelecimento.

Já segundo Marcela Carvalho, vendedora de uma loja de maquiagem e cosméticos, as vendas para o Dia dos Namorados já estão dentro das expectativas. "Eu brinco que os namorados apostam em coisas que não vão errar de jeito nenhum. Por isso as maquiagens e produtos para pele sempre aumentam em quase 20% em relação ao mês anterior de junho", explica. "Esses itens são bem procurados por serem considerados baratos. Por aqui, temos produtos de R$ 10,99 até R$ 70."

Joias e acessórios também têm um espaço significativo nas escolhas dos consumidores. Fernanda Almeida, vendedora de uma joalheria, comenta. "Temos muitos clientes que buscam peças mais sofisticadas, como anéis e colares. Notamos um aumento na procura por joias personalizadas, algo que demonstra um toque mais pessoal no presente. Os preços variam. Uma corrente de prata pode custar R$ 200, mas também temos os folheados, que estão a partir de R$ 89,90, com 10% off."

O Papel do E-commerce

O comércio eletrônico continua desempenhando um papel crucial nas vendas para o Dia dos Namorados. A praticidade e a variedade de opções disponíveis online atraem muitos consumidores que preferem evitar as filas e o movimento intenso das lojas físicas. De acordo com pesquisas feitas de maneira on-line pela reportagem do JJ, as vendas através de sites dispararam nas últimas semanas, com um crescimento de 30% nos dias mais próximos de 12.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.