COMBATE

Jundiaí reforça a necessidade de a população ajudar a combater a dengue

A Prefeitura reforça a necessidade de a população de toda a cidade adotar medidas preventivas para evitar uma epidemia da doença no Município

Por Redação | 26/02/2024 | Tempo de leitura: 3 min
Prefeitura de Jundiaí

Divulgação

O caminhão passou pelas ruas e estimulou a limpeza dos imóveis
O caminhão passou pelas ruas e estimulou a limpeza dos imóveis

Em trabalho de combate e enfrentamento da dengue no bairro Ivoturucaia, sábado (24) e domingo (25), as equipes da Vigilância em Saúde Ambiental (VISAM) e os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) encontraram 33 focos do mosquito Aedes Aegypti em residências. A Prefeitura reforça a necessidade de a população de toda a cidade adotar medidas preventivas para evitar uma epidemia da doença no Município.

Pratos de vasos, garrafas e baldes estavam entre os outros objetos localizados que acumulam água e são propícios para a reprodução do mosquito, que também causa a zika e chikungunya. O bairro acumula, segundo o último Boletim de Arboviroses, 233 casos de dengue, dos 682 confirmados no Município.

“O território tem recebido reforço nas ações de investigação, de orientação e de busca ativa de casos suspeitos. Também foi efetuada a coleta de inservíveis e nebulização veicular para conter a transmissão da doença. Diante do cenário, o final de semana foi de intenso trabalho junto aos moradores. Essa foi a quarta ação preventiva no local, e, infelizmente, voltamos a encontrar criadouros que precisam ser eliminados”, alerta a gerente da Vigilância em Saúde Ambiental (VISAM), biomédica Ana Lúcia de Castro Silva.

“A dengue pode se agravar e levar à morte. Se o mosquito não nasce, não temos a doença. Estamos em guerra contra o Aedes e todos precisam fazer a sua parte. Fazemos um chamado para toda a população. Uma epidemia se avizinha. O Poder Público está atuando e os serviços de saúde estão preparados para garantir assistência, mas é essencial que cada morador vistorie o seu quintal, efetue o descarte correto do lixo. O clima é favorável ao mosquito, mas podemos combatê-lo”, acrescenta o gestor de Promoção da Saúde, Tiago Texera.

Coleta extra

Em complemento ao trabalho, nesta segunda-feira (26), o Ivoturucaia recebeu coleta extra de inservíveis. “Passamos pelas ruas, novamente, estimulando a limpeza dos imóveis para evitarmos o agravamento do problema. A região tem a coleta regular de lixo orgânicos, às terças, quintas e sábados; seletiva, às segundas e sextas-feiras; e cata-treco, toda quarta-feira. É fundamental que as pessoas fiquem sempre atentas aos seus quintais e ao interior de suas casas e efetuem o descarte correto do lixo e dos inservíveis, nos dias em que o serviço passa”, completa o diretor de Limpeza Pública, Márcio Moraes.

Nesta terça-feira (27), a VISAM realizará nebulização veicular no bairro. O equipamento utiliza baixo volume de inseticida e elimina o mosquito adulto. A recomendação é para que os moradores não fiquem nas janelas ou sacadas, tirem os animais dos quintais, cubram gaiolas e, se possível, retirem os veículos estacionados na rua, facilitando o trabalho da máquina de aplicação.

Checklist

Para auxiliar na eliminação dos criadouros no imóveis, um checklist está disponível no site da Prefeitura. A orientação é que seja verificados:

– Lixo – não deixe lixo espalhado no quintal e descarte nos dias corretos;

– Plantas – tire os pratinhos do vaso;

– Vasos sanitários – tampa sempre fechada. Em banheiros com pouco uso, dar descarga pelo menos uma vez por semana;

– Garrafas – se guardadas, devem estar em local coberto ou com as bocas viradas para baixo;

– Calhas – limpas. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água;

– Vasilhas para animais – lavar duas vezes por semana com água e sabão;

– Ralos – tampados com telas ou vedados (principalmente os que estão fora de uso);

– Piscinas – sempre limpas, mesmo se uso. Use cloro para tratar a água e filtre periodicamente;

– Caixa D’água – mantenha fechada e vedada;

– Pneus – devem ser guardados em locais cobertos e descartados de maneira correta;

– Lonas – não deixe lonas jogadas formando bolsões de água.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.