CADASTRO ÚNICO

Com central de atendimento telefônico, serviço ganha em agilidade

Os atendimentos presenciais serão agendados via central telefônica do Cadastro Único

Por REDAÇÃO | 11/02/2024 | Tempo de leitura: 2 min
Jornal de Jundiaí
Prefeitura de Jundiaí

DIVULGAÇÃO

Com 60% de ampliação, Cadastro Único modifica atendimento ao público
Com 60% de ampliação, Cadastro Único modifica atendimento ao público

Responsável pelo gerenciamento de dados de beneficiários de programas como Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), o Cadastro Único passará a atender, a partir da próxima quarta-feira (14), por meio de uma central telefônica, mais atendentes, o que reflete em mais agilidade.

Beneficiários que têm dúvidas, que estão aguardando aprovação de benefícios ou estão em situação de averiguação cadastral realizada pelo Governo Federal podem procurar atendimento exclusivamente por telefone, através do números (11) 4522-4568 (fixo) e pelo WhatsApp pelos telefones: (11) 94033-0084 e 91711-8421, das 8h às 17h, de segunda a sexta.

Já os atendimentos presenciais serão agendados via central telefônica do Cadastro Único. Após o agendamento, os atendimentos serão realizados diretamente nos equipamentos de referência dos usuários, que são as Unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centro Pop. O serviço da nova central do Cadastro Único é vinculado à Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) e será operado pela OSC Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Cultural (Indesc).

“Essa mudança de atendimento vai proporcionar maior conforto e também comodidade aos beneficiários nas solicitações de novos benefícios e também daqueles que estão em situação de averiguação, já que eles não terão que se deslocar até o Centro. Com o incremento do número de atendentes, vamos ter mais celeridade no serviço”, disse a gestora de Assistência e Desenvolvimento Social, Maria Brant.

A diretora do Departamento de Vigilância Social da UGADS, Renata Mangieri, explica ainda que as equipes já têm realizado contato com os beneficiários para novos agendamentos e visitas domiciliares. “É sempre importante frisar que o sistema do Cadastro exige uma série de dados e documentações e que, a ausência de um só deles, de todos os moradores da residência, impede a conclusão das informações. Como é um sistema complexo, implementamos o atendimento por telefone e por WhatsApp, o que vai proporcionar essa agilidade”, comentou.

O Cadastro Único é um serviço vinculado ao Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, por meio do qual, entre outros serviços, são realizadas as atualizações cadastrais da população, entre elas, do público em situação de vulnerabilidade social para inclusão em programas de transferência de renda e outros benefícios, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.