CORTEJO

Tratorada da Colheita da Uva agita o Centro de Jundiaí neste sábado (2)

A ação busca comemorar o início da colheita da Uva Niagara Rosada de Jundiahy, que garante à cidade a Identificação Geográfica

Por Redação | 01/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Prefeitura

Divulgação

Tratorada da Colheita da Uva agita o centro de Jundiaí neste sábado (02)
Tratorada da Colheita da Uva agita o centro de Jundiaí neste sábado (02)

As ruas do Centro de Jundiaí receberão, neste sábado (02), a Tratorada da Colheita da Uva. A concentração está marcada para 10h, no Espaço Expressa. E a saída dos veículos será às 11h. A ação, promovida pela Prefeitura de Jundiaí, por meio das Unidades de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT) e de Cultura (UGC), busca comemorar o início da colheita da Uva Niagara Rosada de Jundiahy, que garante à cidade a Identificação Geográfica.

O cortejo sairá do Espaço Expressa, com passagens pela Av. dos Ferroviários, Av. Antônio Segre, Rua Campos Salles, Rua do Rosário, Rua Major Sucupira, Rua Barão de Jundiaí e Rua Engenheiro Monlevade.

Essa é a primeira colheita da Uva Niagara Rosada Jundiahy depois que a fruta recebeu a Indicação Geográfica (IG) do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), na categoria Indicação de Procedência. O reconhecimento vem com a escrita com as letras “h” e “y”. A grafia se justifica pois, no passado, entre o final do século 19 e início do século 20, a uva era cultivada numa imensa área de terra que se chamava Jundiahy. Depois os municípios foram desmembrados – Jundiaí, Louveira, Itupeva, Jarinu e Itatiba.

“É o reconhecimento da notoriedade da Uva Niagara Rosada, que surgiu aqui em Jundiaí. E nessa primeira colheita, vamos reforçar a comemoração com o cortejo passando por várias ruas e avenidas de Jundiaí. Com a Indicação, nossa uva agrega valor e o consumidor terá ainda mais certeza de comprar um produto com qualidade”, disse o gestor da UGAAT, Eduardo Alvarez.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.