REI DO QUEIJO

Comerciante acusado de matar motorista se entrega à polícia

A vítima foi morta por asfixia, segundo as investigações; corpo foi encontrado em uma praça

Por Andréia Marques | 27/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi

Divulgação

Motorista de 26 anos foi morto por asfixia e corpo foi enterrado
Motorista de 26 anos foi morto por asfixia e corpo foi enterrado

O comerciante José Peres, de 54 anos, conhecido como ‘Rei do Queijo’, se entregou à polícia no domingo (26). Ele é acusado de matar e enterrar o corpo do motorista de aplicativo Jean Carlos Santos Novais, de 26 anos. Ele estava foragido desde novembro de 2023. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), José Peres se apresentou no plantão do 1° Distrito Policial de Campinas ontem a noite. Ele estava sendo procurado desde novembro de 2023.

Clique aqui para fazer parte da comunidade do Portal Sampi Campinas no WhatsApp e receber notícias em primeira mão.

 A ordem de prisão contra José Peres foi expedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) em novembro de 2023, após um recurso do Ministério Público estadual (MP-SP).Na semana passada, a Justiça havia negado o pedido da defesa de Peres para que ele participasse de uma audiência de instrução de forma virtual.

Crime

O crime aconteceu em abril de 2023. Segundo o Ministério Público à Justiça, o motorista de aplicativo Jean Carlos Santos Novais foi até a loja de José Peres cobrar uma dívida de R$ 50 mil. A vítima foi levada para o piso superior da loja e morta por asfixia, segundo as investigações.

O corpo foi  encontrado pela Polícia Civil  nove dias depois do crime. Jean estava enterrado em uma praça no bairro Vila Nova, em frente ao estabelecimento do acusado.

A defesa do comerciante diz que ele sofria ameaças do motorista de aplicativo e, por isso, teria cometido o crime.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.