EXPLICAÇÃO

Guarani nega 'interesse político' em evento com Bolsonaro

A presença de Bolsonaro incomodou parte da torcida, que se manifestou contra os possíveis interesses políticos da instituição. Até o ídolo Neto se manifestou contra.

Por Higor Goulart | 26/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
Especial para a Sampi Campinas

Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro estará em Campinas na quarta-feira, 29
O ex-presidente Jair Bolsonaro estará em Campinas na quarta-feira, 29

Fora das quatro linhas, o Guarani polemizou pelo anúncio da presença do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em uma mobilização para arrecadar doações às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A ação acontece nesta quarta-feira, 29, no Ginásio de Esportes do Guarani, em Campinas, e contará com a presença de Bolsonaro, do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e do prefeito Dário Saadi (Republicanos).

A presença de Bolsonaro, no entanto, incomodou parte da torcida, que se manifestou contra os possíveis interesses políticos da instituição. O clube, por sua vez, se pronunciou e explicou que a mobilização atende a um pedido do governo estadual e não tem qualquer posição partidária.

“Esta causa está acima de todo e qualquer interesse político partidário, devendo ser encampada por todos nós, brasileiros, que temos a obrigação de auxiliar nossos irmãos necessitados”, explicou o clube, em nota.

Ainda no comunicado, o Guarani se colocou à disposição das autoridades federais, estaduais e municipais para demais eventos “que possam contribuir para a solução de problemas coletivos como é a tragédia gaúcha. Todo e qualquer pedido neste sentido será acolhido, independente da coloração política de seus organizadores”, seguiu.

A nota é uma resposta às críticas de torcedores e até ex-jogador, como o caso do ex-meia Neto, ídolo do clube e apresentador de "Os Donos da Bola", na TV Bandeirantes. “Se vocês fizerem isso que eu estou vendo que vão fazer, vocês esqueçam, podem esquecer. Esqueçam o ídolo aqui. Se vocês vão fazer isso aí com o Guarani, estão de brincadeira! O Guarani é um time da democracia, diga-se de passagem”, escreveu o ex-jogador.

Mobilização

Com a presença de Bolsonaro, Tarcísio, Dário e demais autoridades, a mobilização para arrecadação de doações acontece na quarta-feira, 29, às 10h, no ginásio do Guarani. O clube pede a doação de roupas, materiais de limpeza e higiene, além de água e alimentos.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.