SETE ANOS DEPOIS

Polêmico parklet no Cambuí é retirado após sete anos de luta na Justiça

A estrutura estava instalada em frente ao Bar Cenário, na Rua Coronel Quirino, no Cambuí, em Campinas.

Por Higor Golart | 02/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi Campinas

Divulgação

 Parklet foi retirado pelo proprietário do bar nesta quinta-feira, 2
Parklet foi retirado pelo proprietário do bar nesta quinta-feira, 2

O polêmico parklet, instalado em frente ao Bar Cenário, no Cambuí, em Campinas, enfim foi removido da Rua Coronel Quirino. A remoção aconteceu na manhã desta quinta-feira, 2, pelo proprietário, após determinação da Prefeitura de Campinas.

A novela se arrastava desde agosto de 2017. Na época, a estrutura partiu de uma iniciativa da Administração Municipal em parceria com a iniciativa privada. O espaço contava com assentos, mesas e ombrelones, que eram utilizados pelos clientes do bar.

No entanto, uma série de instituições, como o Movimento Resgate Cambuí e a ONG Minha Campinas, apontaram que a estrutura era utilizada apenas pelo estabelecimento, bem como era de concreto.

A partir daí, a Prefeitura de Campinas passou a intervir e proibiu o uso comercial do local até a regulamentação. Em 2018, a normatização foi publicada. No entanto, no ano seguinte, o Ministério Público apontou que o local seguia sem cumprir as determinações.

Na última semana, a Administração Municipal intimou o proprietário da estrutura e exigiu a retirada, que aconteceu no último dia do prazo, nesta quinta-feira.

A remoção foi comemorada pela presidente do Movimento Resgate Cambuí, Tereza Penteado. “O Parklet esteve desde sempre irregular. Ele foi construído irregularmente, sem materiais recicláveis, que é um dos itens. Então, estamos muito satisfeitos pela remoção desse parklet”, afirmou.

De acordo com o executivo, o comerciante solicitou a implantação de um novo equipamento similar, dentro das especificações previstas. “O pedido está em análise na Setec (Serviços Técnicos Gerais), após aprovação pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) e pela Secretaria de Planejamento e Urbanismo. Assim que a autorização for emitida, o novo equipamento poderá ser instalado, condicionado ao recolhimento de uma taxa pelo uso do solo público”, explicou a Prefeitura.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.