INVESTIGAÇÃO

Policial tinha desavenças com dona da casa que esfaqueou e matou em Limeira

Na noite de segunda-feira, 29, a mulher foi morta a facadas pelo PM, que foi preso em flagrante.

Por Thiago Rovêdo | 30/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para Sampi Campinas

Reprodução

Marizete Fernandes do Nascimento e Wilson Alves de Menezes
Marizete Fernandes do Nascimento e Wilson Alves de Menezes

O policial militar Wilson Alves de Menezes, de 47 anos, e Marizete Fernandes do Nascimento, de 60 anos, estavam com desavenças há algum tempo. Na noite de segunda-feira, 29, a mulher foi morta a facadas pelo PM, que foi preso em flagrante.

A casa onde o PM morava com a esposa e três filhos menores de idade foi alugada por eles em agosto de 2023. O motivo das desavenças entre proprietária e inquilino ainda é incerto, conforme a Polícia Civil, mas não foi a primeira vez que aconteceu.

À noite, durante a limpeza, começou uma discussão com o PM, que alega ter sido agredido com uma enxada pela dona do imóvel. Após a agressão, ainda conforme o relatado pelo PM, ele teria reagido e esfaqueado a proprietária do imóvel e a filha dela.

Ele ficou preso no plantão policial e deve passar por audiência de custódia na tarde desta terça-feira. Caso permaneça preso, será direcionado ao Presídio Militar Romão Gomes, que fica na capital.

A Polícia Militar informou que um policial militar lotado em Campinas se desentendeu com as vítimas, das quais é inquilino.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.