CAMPINAS

Movimentos estudantis prometem manifestação na Rodoviária contra aumento da passagem

Organização diz que ato é solidário às manifestações realizada no resto do estado, contrários ao aumento das tarifas, sancionado por Tarcísio.

Por Luis Eduardo de Sousa | 16/01/2024 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi Campinas

Reprodução/Rodoviária de Campinas

Ato deve ser realizado na rodoviária de Campinas
Ato deve ser realizado na rodoviária de Campinas

Movimentos estudantis prometem um ato contra o aumento da passagem nesta terça-feira, 16, em Campinas. O ato, de acordo com organizadores, deve acontecer no fim da tarde a partir do Terminal Rodoviário, e integra uma ação estadual contra o aumento da passagem aprovada pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) no fim do ano passado.

Campinas manteve, para 2024, o mesmo valor tarifário praticado no ano passado (R$ 5,95). A decisão estadual, no entanto, permite que empresas que operam o transporte metropolitano reajustem os valores. Com isso, ônibus que ligam a metrópole às cidades da região podem ficar mais caros.


Leia Mais

- Estado promete entregar doses da bivalente a Campinas ainda esta semana

-
 Manicure, mãe e casada há 15 anos: quem é a mulher assassinada no Ouro Verde

-
 Morre homem esfaqueado pela esposa no Campo Grande


Ainda de acordo com a organização, o ato tem por objetivo "chamar a atenção para problemas do transporte em Campinas, que é um um dos mais caros do país, confuso e ruim".

A manifestação deve percorrer ruas no entorno do terminal rodoviário e fechar, parcialmente, vias.

"Entendemos que os trabalhadores e estudantes de Campinas são afetados diretamente pelo aumento da passagem da EMTU. Mas também compreendemos que esses atos não devem ser somente para barrar o aumento, mas questionar a qualidade do transporte e o preço que já é hoje, Campinas tem uma das passagens mais caras do país e um dos serviços mais confusos e ruins tbm", diz Gustavo Bispo, diretor do Centro Academico da Unicamp à Sampi. O movimento é um dos responsáveis pela organização do ato.

A Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) informou que não há movimentação atípica no entorno do terminal, mas que acompanhará a manifestação caso aconteça.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.