VALINHOS

Galinhas são degoladas em cemitério de Valinhos; polícia investiga prática de rituais

De acordo com a polícia, nesta semana sete galinhas foram sacrificadas no cemitério da cidade

Por Leonardo Vieira | 09/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi Campinas

Divulgação

Animais foram encontrados mortos no cemitério municipal
Animais foram encontrados mortos no cemitério municipal

A Polícia Civil e a Guarda Civil Municipal de Valinhos estão conduzindo investigações intensivas sobre possíveis práticas de rituais envolvendo o sacrifício de animais no Cemitério Municipal da cidade. Esta semana, sete galinhas foram degoladas e as autoridades alertam que o incidente não parece ser um caso isolado. É importante ressaltar que, apesar de proibida há oito anos no município, essa prática aparenta persistir.

Desde 2015, uma lei municipal proíbe explicitamente o sacrifício de animais em rituais na cidade. As autoridades destacam que estão tomando medidas rigorosas para coibir essas práticas, com a Guarda Municipal colaborando na coleta de imagens das câmeras de segurança instaladas no cemitério.

O último ritual ocorreu em um dos túmulos, e, segundo as denúncias recebidas, as galinhas foram transportadas vivas para o local, onde foram degoladas durante o ritual. As carcaças dos animais foram cruelmente deixadas no sepulcro, evidenciando uma clara violação das leis municipais.

Casos semelhantes, envolvendo até mesmo a presença de cobras, já foram registrados no cemitério.

Penalidades estão previstas para aqueles que forem encontrados culpados de infringir a lei. No caso específico das galinhas, os infratores podem enfrentar uma multa de R$ 4.412,80, com o valor podendo chegar a R$ 30.889,60 em caso de reincidência. No que diz respeito ao sacrifício de cães e/ou gatos, a penalidade pode incluir prisão.

A legislação municipal baseia-se na Constituição Federal, que proíbe práticas que submetam os animais a crueldade. A constituição ressalta que a liberdade religiosa não pode restringir a liberdade de outrem, especialmente quando envolve a privação do bem mais essencial de um ser vivo, que é a vida.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.