PAVOROSO

Mulher é encontrada morta a esfaqueamento sob Ponte Estaiada de Hortolândia

Vítima, que ainda não foi identificada, tinha sinais de espancamento e tortura. O corpo foi encaminhado ao IML de Americana; Polícia Civil Investiga

Por Redação | 01/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Especial para a Sampi Campinas

Reprodução/Google

Área onde corpo foi encontrado á alagadiça e possui vegetação
Área onde corpo foi encontrado á alagadiça e possui vegetação

Uma mulher foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira, 1°, embaixo da ponte estaiada de Hortolândia, no Jardim Santa Rita de Cássia.  

A vítima, que ainda não foi identificada, tinha sinais de espancamento e tortura, além de marcas de esfaqueamento na garganta. 

A PM (Polícia Militar) foi acionada e acionou a Perícia Criminal, que isolou a área. A morte foi constatada pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O corpo da mulher foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal de Americana).  

LEIA TAMBÉM - Polícia procura mãe que abandonou crianças de 7 meses e 4 anos na região do Taquaral

Estima-se que a vítima tenha 26 anos. A Sampi solicitou mais informações à Secretaria de Segurança Pública e aguarda a resposta da pasta. 

O caso deve ser investigado por agentes da Delegacia do Município, posicionada a poucos metros de distância do local onde o corpo foi encontrado. 

Ontem
Um acidente de carro terminou com um homem morto na Rodovia Santos Dumont (SP-075), na altura do Jardim Itatinga, em Campinas, no final da tarde desta quinta-feira, 30.

Informações iniciais apontam que homem voltava do trabalho, em um VW Gol, quando perdeu o controle do veículo e atingiu a proteção metálica da via.

Com a colisão, o carro capotou e o condutor não resistiu aos ferimentos, indo a óbito ainda no local.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.