POLÊMICA

VÍDEO: Professor denuncia loja por racismo ao ver bonecas e macaco juntos na vitrine

No vídeo, Moisés destacou a gravidade de associar uma criança negra com um macaco, considerando-a cruel. O professor é negro e fez a associação entre os brinquedos.

26/02/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução/@profmoisesmachado/Instagram

Tal simbolismo reforça a posição subalterna da criança negra e incentiva crianças brancas a reproduzirem estereótipos prejudiciais, ele afirma.
Tal simbolismo reforça a posição subalterna da criança negra e incentiva crianças brancas a reproduzirem estereótipos prejudiciais, ele afirma.

Um professor usou seu Instagram para denunciar por racismo a loja de brinquedos que colocou um macaco de brinquedo junto de bonecas. Na vitrine da loja, localizada no Botafogo Praia Shopping, foram expostas bonecas de cor clara, o macaco e uma de cor escura.

No vídeo que fez da vitrine, Moisés Machado destacou a gravidade de associar uma criança negra com um macaco, considerando-a cruel. O professor é negro e fez a associação entre os brinquedos.

Tal simbolismo reforça a posição subalterna da criança negra e incentiva crianças brancas a reproduzirem estereótipos prejudiciais, ele afirma.

O Botafogo Praia Shopping declarou não tolerar qualquer forma de preconceito e afirmou ter entrado em contato com a loja Gamelândia assim que tomou conhecimento do ocorrido, solicitando a retirada do brinquedo da vitrine. Até o momento, a loja Gamelândia não emitiu posicionamento oficial.

"Em nossa sociedade, o racismo não é velado, é ESCANCARADO! Esse mal precisa ser combatido! Exigimos uma atitude já quanto a esse crime!", escreveu o rapaz.

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.