CRIME

Adolescente confessa autoria de homicídio e duas tentativas no Pq. das Nações em Bauru

Ele foi apreendido nesta terça-feira (20) pela Polícia Civil da cidade e alegou disputa entre grupos rivais; outro suspeito de envolvimento nos crimes também foi preso

Por Larissa Bastos | 20/02/2024 | Tempo de leitura: 3 min
larissa.bastos@jcnet.com.br

Polícia Civil/Divulgação

Revólver calibre 380 usado em homicídio foi apreendido
Revólver calibre 380 usado em homicídio foi apreendido

Um adolescente de 16 anos confessou à Polícia Civil de Bauru ter assassinado um homem e tentado matar outras duas pessoas no Parque das Nações, em casos registrados nos dias 7 e 10 de fevereiro deste ano. Ele, que foi identificado no curso das apurações sobre os delitos e já possuía mandado de busca e apreensão expedido em seu desfavor, se apresentou nesta terça-feira (20) na sede da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), acompanhado de advogado, onde foi apreendido. Além disso, um outro suspeito de envolvimento nos crimes, de 19 anos, também foi preso.

Conforme o JC noticiou, um homem de 30 anos foi socorrido após ser atingido por seis disparos de arma de fogo na quadra 1 da rua Luiz Ferrari, por volta das 21h50 de 7 de fevereiro último. A vítima foi alvejada duas vezes no dorso esquerdo, uma vez na região pélvica, duas vezes no braço direito e outra no braço esquerdo.

No mesmo endereço, três dias depois, por volta das 21h40, Joel Antunez de Oliveira de 38 anos foi assassinado com dois tiros, que acertaram seu ouvido esquerdo e tórax, e uma uma mulher de 43 anos foi alvejada na parte de trás do tornozelo direito e da coxa esquerda. Ela foi socorrida e sobreviveu.

Durante perícia técnica neste local, foram encontrados 12 estojos de pistola, sendo 11 de calibre 9 milímetros e um de calibre 380, que estavam a cerca de dez metros de distância das vítimas.

INVESTIGAÇÕES

De acordo com o delegado Cledson do Nascimento, titular da 3.ª Delegacia de Homicídios (3.ª DH/Deic) e responsável pelas investigações, o homicídio e as tentativas de assassinato estão relacionadas a um contexto de disputa entre grupos criminosos pelo ponto de venda de drogas da rua Luiz Ferrari.

“No inquérito, identificamos esse adolescente, que seria integrante de grupo rival ao das vítimas, como possível autor dos disparos. Representamos por mandado de busca e apreensão para sua internação provisória, pedido que foi concedido pela Justiça”, explica o delegado.

Um outro suspeito de participar dos crimes, de 19 anos, também teve mandado de prisão temporária expedido pelo Poder Judiciário. Ele foi capturado na manhã desta terça-feira por equipes da 3.ª DH/Deic, em um imóvel no Jardim Nova Esperança. Questionado na presença de advogado, indicou o adolescente como autor dos delitos.

O adolescente, porém, não foi encontrado durante as buscas, mas, no mesmo dia, se apresentou na sede da Deic acompanhado de advogado. “Ele foi ouvido e confessou a autoria do homicídio e das duas tentativas de homicídio. Ele alegou que, no primeiro caso, usou um revólver 38 para efetuar os disparos e no segundo, uma pistola calibre 380, que foi apreendida e será periciada. O revólver não foi localizado”, detalha Nascimento. Os dois armamentos, segundo o delegado, eram exibidos pelo adolescente em publicações nas redes sociais.

TROCA DE TIROS

Ainda de acordo com as apurações, integrantes do grupo de Joel Antunez teriam efetuado disparos de arma de fogo em resposta ao ataque do adolescente, resultando em uma troca de tiros entre os envolvidos - o que explica a presença de cápsulas calibre 9 milímetros no local dos fatos.

Já a mulher foi alvejada enquanto corria para alertar aos outros que o adolescente se aproximava do grupo.

Este caso do dia 10 de fevereiro, inclusive, pode ter motivado um outro homicídio e uma tentativa de assassinato registrados na manhã de 11 de fevereiro, também na quadra 1 da rua Luiz Ferrari, no Parque das Nações, em represália. Essas ocorrências, no entanto, ainda estão sob investigação.

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

2 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Roberto Bastos
    21/02/2024
    Ontem dia 20 de fevereiro de 2024,foi dado um grande passo pelos senadores da República, a favor dos bons e da sociedade produtiva e honesta,houve aprovação do fim das sardinhas para presos ,agora a sociedade tem de cobrar os deputados para ratificar esta importante decisão. Uma vez preso(a),deve cumprir a pena sem regalias,ao ouvir o tratamento dado ao preso político russo Alexei Navalny,na prisão, entendemos quão distante estamos de fazer um apenado no Brasil, pensar em rescindir novamente, afinal é regalia demais,não há temor da lei e do Estado. Agora temos também que rever a maioridade penal,e endurecer a penalidade a jovens infratores que se beneficiam do ECA,para aterrorizar a sociedade. Vamos cobrar,este ano é ano de eleição, está em nossas mãos uma postura de nossos governantes.
  • luis roberto romero
    21/02/2024
    Outro conto de Fadas com final feliz. Não aguentamos mais esse tipo de história de bandido e mocinho, não cola mais. E novamente viverão felizes para sempre. Não sei porque se perde tempo com isso, isso é cultural neste País, deixa rolar...