BAURU

DAE tem dificuldade para fazer leitura de água em mais de 3,3 mil residências

Autarquia está notificando proprietários, cujas casas não têm hidrômetro com visibilidade para medição na calçada

Por Bruno Freitas | 16/02/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

Divulgação

Hidrômetro dentro de casa sem quintal, no Centro de Bauru
Hidrômetro dentro de casa sem quintal, no Centro de Bauru

O Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Bauru enfrenta dificuldade para fazer a leitura do consumo de água em 3.391 residências de Bauru. Nestes endereços, o hidrômetro, muitos deles com mais de 40 anos, não tem visibilidade para a calçada, impedindo o trabalho dos servidores da autarquia, situação que também impacta no Plano de Combate a Perdas e Prejuízos da autarquia.

Pendentes de regularização, nestas casas, o equipamento fica no espaço interno. O departamento destaca, inclusive, já ter encontrado hidrômetros dentro de quartos.

Diante da inconformidade, o DAE tem notificado proprietários para que implementem mudanças que facilitem o acesso ao hidrômetro. Por outro lado, a reportagem foi procurada por munícipes preocupados porque não dispõem de recursos financeiros, alguns nem espaço físico, para as adequações.

Uma destas proprietárias, que pediu para ter a identidade preservada, reside no Centro, em uma região onde as casas foram construídas entre o final da década de 70 e início de 80. “Eu e meu irmão trabalhamos em horário comercial e sempre pagamos a conta de água pela média. Não tem como tirar o hidrômetro aqui de dentro da casa (corredor) e passá-lo para a calçada. Eu sei que o DAE não pode cortar a nossa água. Acho que a solução seria fazer a medição aqui em casa após as 18h”, sugere a moradora.

O munícipe que receber a notificação pode entrar em contato com a autarquia por meio do telefone (14) 3235-6123, via Seção de Fiscalização, e agendar uma visita do fiscal. Este profissional vai orientá-lo com a intenção de que uma solução seja encontrada contemplando os dois lados.

AUTOLEITURA

Com o objetivo de facilitar para o munícipe e também diminuir os prejuízos de água em Bauru, o DAE disponibiliza ainda a autoleitura pelo WhatsApp. O consumidor deve enviar para o número (14) 32356159 a foto da conta a atualizar, a imagem da leitura com a informação da data que foi tirada e a do documento pessoal.

Receba as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

4 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • Luiz C. Pereira
    16/02/2024
    Segundo reportagens o DAE está trocando todos o hidrômetros da cidade por hidrômetros novos e mais confiáveis. Resta saber se estes novos deixarão de registrar a passagem de ar como se fosse água.
  • José Marcelo Ravanhan
    16/02/2024
    ERRO GROTESCO DE ENGENHARIA DE VÁRIOS EMPREENDIMENTOS NA CIDADE QUE AO FAZER O \"LOTE/CASA\"; NÃO ESTABELECE COMO NORMAS PARA HIDRÔMETRO JÁ COLOCADO DE MANEIRA CORRETA NA DIVISA DO MURO COM O CALÇAMENTO. ISTO VALE ATE MESMO PARA A CPFL QUE NÃO ATENTA PARA QUE OS MESMOS EMPREENDIMENTOS COLOQUEM O POSTE PADRÃO COM O LEITORDE ENERGIA PARA A RUA. DEPOIS,CULPAM OS MORADORES PELA,FALTA DE INICIATIVA.
  • Charles Jacques
    16/02/2024
    Mudando o foco da péssima gestão em relação a falta de água. Pra notificar são bem eficazes porém pra cumprir a promessa de campanha e equacionar de vez essa pouca vergonha interminável são completamente incapazes
  • Tati
    16/02/2024
    É só exigir que estas pessoas façam a própria leitura e passem pro DAE, se não passarem, desligam a água.