POLÍTICA

Prefeito de Braúna é condenado por improbidade e perde o cargo

Justiça determina afastamento imediato de Heitor Verdú

Por Wesley Pedrosa | 11/06/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Redes sociais

Heitor Verdú (PSD), prefeito de Braúna
Heitor Verdú (PSD), prefeito de Braúna

A Justiça de Penápolis condenou o atual prefeito de Braúna, Heitor Verdú (PSD), por prática de improbidade administrativa, determinando seu afastamento imediato. Além de perder a função pública e os direitos políticos por cinco anos, Verdú deverá ressarcir R$ 528 mil aos cofres públicos e pagar multas.

As irregularidades teriam ocorrido durante sua gestão anterior, entre 2009 e 2012, envolvendo dois contratos de licitação com empresas de consultoria. O processo tramitou em julgado, e Verdú não pode recorrer da decisão.

A presidente da Câmara de Braúna, Michele Borges, confirmou a notificação recebida do Tribunal de Justiça na segunda-feira.

O vice-prefeito, Vander Antônio Guerrero Bosco, deve assumir a administração de Braúna. Segundo Michele, a Câmara tornará o ato público na sessão de quinta, dia 13, e o prefeito será notificado oficialmente na sexta-feira, quando o vice-prefeito será empossado.

Os advogados de defesa de Verdú, Bruno Caires e Vitor Marques, informaram que aguardam a efetivação da intimação para analisar as consequências.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.