FURTO DE ENERGIA

É GATO: Academia em Caçapava é flagrada furtando energia elétrica

Operação policial com apoio da EDP flagra furto de energia em academia no centro de Caçapava; estimativa é de prejuízo de mais de R$ 10 mil

Por Da redação | 24/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Reprodução

Viaturas da PM no local do furto de energia
Viaturas da PM no local do furto de energia

Operação policial realizada na quinta-feira (23), com apoio da EDP, principal distribuidora de energia elétrica do Vale do Paraíba, flagrou a prática de furto de energia em uma academia na região central de Caçapava.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

A operação foi conduzida pela Polícia Militar e os técnicos da EDP identificaram o desvio da energia, sendo que a estimativa é de que o prejuízo causado pelo furto seja superior a R$ 10 mil. O local foi periciado posteriormente pela Polícia Científica.

O proprietário do estabelecimento deve responder pelo crime de furto de energia, cuja pena é de um a quatro anos de reclusão, e multa. Além do processo criminal, o proprietário irá arcar, conforme a regra da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), com a cobrança de toda energia não faturada durante o período da irregularidade e o custo administrativo.

No início de maio, outra ação de combate ao furto de energia em Caçapava flagrou irregularidades em uma adega na Vila Antônio Augusto Luiz. A ação foi realizada pela Polícia Militar, Polícia Civil, com o apoio da EDP. O prejuízo causado pela fraude foi superior a R$ 20 mil.

Segundo a EDP, a detecção de potenciais alvos de irregularidade é realizada por meio da análise dos diversos padrões de consumo dos clientes, em boa parte feita por meio de algoritmos de inteligência artificial, métodos e ferramentas estatísticas.

Esse mapeamento permite um melhor direcionamento das equipes especializadas para as inspeções em campo, munidas de equipamentos de última geração. A companhia também mantém um treinamento intenso das equipes para uma atuação cada vez mais eficaz.

Um dos impactos do furto de energia é a queda na arrecadação de impostos que são coletados por meio da conta. Além disso, de acordo com as normas da Aneel, a composição do valor da tarifa de energia também leva em conta as perdas elétricas. Desta forma, o custo da energia usada irregularmente pelas pessoas que cometem esse crime é parcialmente repassado a todos os usuários da rede.

Além de ser uma prática perigosa, as fraudes podem provocar sobrecarga na rede elétrica, com prejuízo para a população que sofre com a falta do fornecimento em suas residências e ruas ou, por exemplo, com danos aos equipamentos elétricos e ainda devido à queda na qualidade da energia. A EDP reforça que somente profissionais habilitados podem manusear a rede elétrica, com a técnica e os equipamentos de segurança necessários.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.