SEGURANÇA PÚBLICA

Após morte, PM fará ronda na rodoviária de SJC e CSI usará câmera

Equipes das forças de segurança e do Apoio Social ao Cidadão se reuniram para definir novas estratégias para fortalecer a segurança na região central

Por Da redação | 24/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Divulgação / PMSJC

Guardas municiais fazem patrulhamento de bicicleta ao entorno da rodoviária
Guardas municiais fazem patrulhamento de bicicleta ao entorno da rodoviária

Como antecipado por OVALE, a Prefeitura de São José dos Campos discutiu com as forças de segurança reforços no policiamento dentro e ao redor da Rodoviária Nova da cidade. As ações serão implantadas após a morte, por espancamento, de um homem em situação de rua dentro do terminal, na madrugada de sábado (18).

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp.

Nesta quinta-feira (23), equipes das forças de segurança e do Apoio Social ao Cidadão se reuniram na sede da Secretaria de Proteção ao Cidadão para definir novas estratégias para fortalecer a segurança e as iniciativas sociais na região central.

Também participaram da reunião representantes da Urbam (Urbanizadora Municipal) e da Sinart, empresa que administra o Terminal Rodoviário Intermunicipal, por onde circulam cerca de 20 mil pessoas diariamente.

Uma das ações será a permanência de dois agentes da Polícia Militar para realizar rondas dentro da rodoviária, complementando as patrulhas da Romu (Ronda Ostensiva Municipal), especialmente à noite.

Além disso, as câmeras de segurança do terminal serão interligadas ao CSI (Centro de Segurança e Inteligência), um sistema de monitoramento inteligente operado 24 horas por dia. Futuramente, o local receberá câmeras com sistema de reconhecimento facial.

A Polícia Civil está intensificando a captura de procurados pela Justiça em ações que incluem a fiscalização intensiva nas adegas da região central, além de reuniões com os seguranças do terminal para garantir uma coordenação eficaz.

Outra medida, também antecipada por OVALE, é que o Centro Pop (Serviço de Abordagem Social e Centro de Atendimento ao Migrante) será transferido para uma nova unidade, deixando de ocupar o imóvel ao lado da rodoviária. O local deve receber o 2º DP (Distrito Policial), hoje instalado há cerca de um quilômetro do terminal.

Segundo a prefeitura, a GCM (Guarda Civil Municipal) deu início ao Patrulhamento Comunitário em abril, parte de estratégia para reforçar a segurança e aumentar a aproximação com a população. Os agentes patrulham as ruas a pé e de bicicleta, com o objetivo de coibir atividades criminosas.

As ações tiveram início com as Bases Móveis, uma delas situada nas proximidades do Mercadão e a outra no Jardim Paulista, perto da rodoviária. Os agentes percorrem a região entre essas bases móveis, utilizando as bicicletas como meio de deslocamento.

Outra ação, que começou em 5 de maio, foi a Cidadania Segura, iniciativa da prefeitura que envolve a GCM, Polícia Civil e a Secretaria de Apoio Social ao Cidadão, com equipes que oferecem assistência às pessoas em situação de rua e buscam identificar indivíduos procurados pela Justiça.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.