OPINIÃO

Entrelinhas

24/05/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

JC Imagens

Rebateu

A vereadora Estela Almagro (PT) encaminhou resposta à coluna rebatendo as notas publicadas por Entrelinhas na quinta-feira (23) sobre o descontentamento da oposição sobre o fato de que até agora não se pronunciou em torno da abertura ou não de Comissão Processante (CP) contra a Mesa Diretora da Câmara.

Aspas 1

"Quando nasci, era eu, minha mãe e o médico: nem gêmea tenho pra lamentar ausências. Não faço política por companhia, faço por ideologia, coerência e responsabilidade. Tanto que passei o ano de 2021 construindo sozinha a estratégia de uma oposição dura, porém consequente. Nunca deixei de atuar e me comprometer com a pauta fiscalizadora pela qual fui eleita. E para isso nunca fiz biquinho por estar sozinha", disse a petista.

Aspas 2

"A coerência e o tempo, frente a um governo que se deteriora pela má gestão, fortaleceu e permeou de desafios a atuação de diversos pares. Hoje a oposição se consolida. Mas não é por carência e nem nos tornamos amigos de infância: estaremos juntos sempre que os propósitos republicanos convergirem. Mas conviver de forma equilibrada com críticas tornou-se muito fácil pra mim quando aprendi a não trazer fígado, estômago nem coração para qualquer mesa de debate", prosseguiu.

Aspas 3

"Quanto à preocupação de meia dúzia de pseudodirigentes [do PT] que dizem preocupar-se em distinguir a minha posição política da deles, nem é preciso muito esforço. Se eles dão piruetas para tentar tensionar comigo, qualquer opinião que tenham tende a passar despercebida mesmo", finalizou.

Erro

O governo municipal terá de republicar no Diário Oficial a sanção da lei que regulamenta o piso do magistério em Bauru. O motivo? Foram publicadas na imprensa oficial tabelas que divergem daquelas que verdadeiramente constam do projeto.

Gente...

Vereadores de oposição, mas não apenas eles, estão incomodados com a recente nomeação de Luiz Felipe Sciuli, ex-diretor da Emdurb, para assessorar o gabinete da prefeita Suéllen Rosim. Sciuli é irmão do promotor Luiz Eduardo Sciuli de Castro - que cuida de assuntos relacionados ao Meio Ambiente. A nomeação veio justamente num momento de crise hídrica em Bauru.

...Da gente


Sciuli ocupava até o ano passado o cargo de diretor de manutenção e modais da Emdurb, mas deixou a função após seu cargo ser extinto. Agora, porém, volta ao governo.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.