MEIO AMBIENTE

Pecuarista de Bilac é autuado por não proteger vegetação nativa

O proprietário rural foi autuado em R$ 10 mil porque não fez cerca para delimitar a pastagem em uma área especial de vegetação protegida.

Por Maryla Buzati | 23/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min

Divulgação

O proprietário já havia sido autuado por danificar vegetação nativa
O proprietário já havia sido autuado por danificar vegetação nativa

Um proprietário rural de Bilac foi autuado em R$ 10 mil nesta terça-feira, 21, pela Polícia Militar Ambiental por desrespeito ao embargo.

A equipe realizava fiscalização pela Operação "Huracan" quando verificou não cumprimento do TCRA (Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental) por parte do proprietário, referente a uma antiga autuação por danificar vegetação nativa em uma área especial de proteção.

O acusado não fez a cerca para delimitar a pastagem, deixando o gado com livre acesso à área autuada anteriormente. Assim caracterizando o não cumprimento do embargo e do Termo.

O homem foi autuado em R$ 10 mil e orientado sobre a necessidade de comparecer no Atendimento Ambiental, e o caso foi encaminhado à autoridade de polícia judiciária do município.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.