ABUSO SEXUAL

Família de Birigui denuncia suposto abuso contra menina de 3 anos

Suposto crime teria sido cometido por um morador do mesmo bairro, que ainda não foi localizado

Por Wesley Pedrosa | 21/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução

O Conselho Tutelar foi acionado; mãe e filha foram levadas ao plantão policial para o registro da ocorrência
O Conselho Tutelar foi acionado; mãe e filha foram levadas ao plantão policial para o registro da ocorrência

Familiares de uma menina de 3 anos de Birigui denunciaram um suposto abuso sexual sofrido pela criança. A denúncia foi feita à polícia e acusa um morador do mesmo bairro, que não foi localizado pelas autoridades. O caso teria ocorrido no fim de semana.

Segundo informações, a Polícia Militar foi chamada na manhã de domingo, 19, para atender uma ocorrência de desentendimento e, no local, conversou com a mãe da menina, uma jovem de 20 anos.

A mãe relatou que estava dormindo na casa de uma amiga, com a filha em um quarto separado. Ao acordar, ela viu um homem saindo do quarto da criança e indo em direção ao corredor. A jovem conseguiu alcançá-lo, enquanto ele tentava fugir pelo portão, reconhecendo-o como um morador do bairro. Quando questionado, ele negou ter feito qualquer coisa.

A mãe afirmou ter agredido o suspeito com socos e chutes antes de ele escapar pulando um muro. A menina contou que o homem teria abaixado suas calças e a tocado.

Os policiais encaminharam a criança ao pronto-socorro da cidade, onde foi atendida por uma médica que solicitou um exame de corpo de delito no IML (Instituto Médico Legal). O Conselho Tutelar foi acionado, e mãe e filha foram levadas ao plantão policial para o registro da ocorrência. O delegado solicitou um laudo de exame sexológico e registrou o caso como estupro de vulnerável, que será investigado pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.