ENTORPECENTES

Investigado por traficar drogas tinha ajuda do vizinho para venda

Polícia Civil prendeu o homem que mantinha uma arma de fogo em casa no bairro Margareth Vargas, em Birigui.

Por Priscilla Andrade | 17/05/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução

Dois vizinhos atuavam juntos no esquema de tráfico de drogas em bairro de Birigui, segundo a polícia
Dois vizinhos atuavam juntos no esquema de tráfico de drogas em bairro de Birigui, segundo a polícia

A equipe da Polícia Civil de Birigui realizou o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão nesta sexta-feira, 17, direcionados a dois endereços vizinhos no bairro Margareth Vargas, em Birigui, a cerca de 20 km de Araçatuba. Um dos moradores, um homem de 34 anos, foi preso com posse de uma arma de fogo calibre 32.

De acordo com informações policiais, denúncias colaboraram para as investigações, que apontaram que os moradores de dois imóveis vizinhos praticavam o tráfico de drogas em ambos os locais, ou seja, havia uma cooperação no crime para firmar o esquema de venda de drogas naquele local. O homem identificado pelas iniciais MJVS, morador de uma das casas, também estaria de posse irregular de uma arma de fogo.

Durante as diligências, em cumprimento dos mandados com autorização judicial, em uma das casas os agentes encontraram uma porção de drogas de uso pessoal, e na casa onde MJVS morava, a polícia localizou o revólver calibre 32, com numeração aparente, municiado com 6 cartuchos mais outros 9 cartuchos em uma caixa.

Solto
Diante dos fatos, o homem foi autuado em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo e foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 1.450,00. O investigado pagou, e após os términos dos trabalhos, ele foi solto e deve responder à acusação em liberdade.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.