FUTEBOL

Além do título, Flamengo pode tomar recorde que Flu carrega há 113 anos

O Rubro-Negro entra em campo contra o Nova Iguaçu neste domingo

Por Bruno Braz e Luiza Sá | 07/04/2024 | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Marcelo Cortes /CRF

Rubro-Negro treinou pesado durante a semana
Rubro-Negro treinou pesado durante a semana

Além do título carioca, a final deste domingo contra o Nova Iguaçu pode proporcionar ao Flamengo o sabor de tomar um recorde que o rival Fluminense carrega consigo há nada menos do que 113 anos. O Rubro-Negro alcançará este feito se não sofrer gol do time da Baixada. Com isso, o clube da Gávea se tornará a melhor defesa da história do Campeonato Carioca, superando o Fluminense de 1911.

Na ocasião, o Tricolor sofreu um gol em seis jogos disputados. A média foi de 0,16. O Flamengo também sofreu apenas um gol até aqui, mas em 14 partidas. Não sendo vazado no domingo, terminará com uma incrível média de 0,06 gols sofrido.

Em termos de média, o Rubro-Negro ainda pode se dar ao luxo de sofrer um. O Vasco, em 1977, terminou o Estadual com 0,17, mas sofrendo cinco gols em 29 jogos realizados.

O único gol que o Rubro-Negro levou, aliás, foi justamente do Nova Iguaçu. No empate em 1 a 1 na Taça Guanabara, porém, o Fla atuou com uma equipe sub-20 e sob o comando do técnico Mário Jorge.

Top 5
O tempo sem sofrer gols fez com que Rossi entrasse para a história entre os goleiros no Brasil. O argentino ficou 1.134 minutos sem ser vazado, alcançando o posto de quinto a ficar mais tempo intransponível. O primeiro segue sendo Mazaroppi, pelo Vasco. Ele ficou 1816 minutos sem sofrer gols, entre 1977 e 1978.

Rossi superou dois personagens com passagens pelo Flamengo: Raul Plassman e Rogério Ceni. Plassman, porém, alcançou o feito como goleiro do Cruzeiro, quando ficou 1.016 minutos, em 1969. Já Ceni foi apenas treinador do Rubro-Negro e, como goleiro do São Paulo, ficou 988 minutos, em 2007.

A soma de minutos não inclui os acréscimos. Jogos amistosos, como a pré-temporada dos Estados Unidos, também não são levados em conta. No Carioca, porém, o argentino continua imbatível. São 990 minutos (11 jogos) sem ser vazado por nenhum adversário.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.