FIGHT BACK

Mulheres reagem e atacam com capacetadas homem que agredia uma delas

O caso aconteceu em Buritama: o homem batia na mulher e acabou agredido e esfaqueado pela vítima e pela filha dela.

Por Priscilla Andrade | 06/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução

O homem precisou ser intubado após tentar enforcar a mulher
O homem precisou ser intubado após tentar enforcar a mulher

Um homem que não teve dados divulgados, agredia a esposa, quando foi esfaqueado e atingido a capacetadas pela mulher e pela filha do casal na madrugada desta quarta-feira, 6, em Buritama, cerca de 52 km de Araçatuba. Ele foi socorrido e precisou ser intubado.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher, de 45 anos, estaria dormindo no quarto do casal quando o marido dela entrou e tentou enforcá-la. A mulher começou a gritar e pediu socorro. A filha, que estava no outro quarto, ouviu o socorro da mãe e apareceu para socorrê-la. A adolescente, de 17 anos, bateu com um capacete na cabeça do pai.

Ainda segundo o relato policial, o casal saiu do quarto e foi para a cozinha, e lá continuaram as agressões contra a mulher que, em um determinado momento, pegou uma faca de cozinha e golpeou o marido na barriga. Por cauda da facada, o homem foi levado para a Santa Casa de Buritama, onde foi intubado.

Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde do casal. A polícia deve investigar o caso, e o local onde ocorreu a briga passará por uma perícia.

Fale com a Folha da Região! Tem alguma sugestão de pauta ou quer apontar uma correção? Clique aqui e fale com nossos repórteres.

Receba as notícias mais relevantes de Araçatuba e região direto no seu WhatsApp
Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.