Maria da Penha

Maria da Penha

Mulher sofre fraturas no crânio e na face após ser agredida pelo ex em Rio Preto

Mulher sofre fraturas no crânio e na face após ser agredida pelo ex em Rio Preto

Ela tinha medida protetiva contra o agressor

Ela tinha medida protetiva contra o agressor

Por Joseane Teixeira | 14/05/2023 | Tempo de leitura: 1 min
-

Por Joseane Teixeira
-

14/05/2023 - Tempo de leitura: 1 min

-

O caso foi registrado na Central de Flagrantes de Rio Preto

Uma mulher de 31 anos sofreu fraturas no crânio e em ossos da face após ser agredida pelo ex-companheiro na noite deste sábado, 13, em Rio Preto. A vítima tinha medida protetiva contra o agressor.
O crime aconteceu por volta das 18h45 no bairro Residencial Rio Preto I.

A mulher contou que chegou em casa e se deparou com o ex, mas não disse nada e foi tomar banho.

O homem, que tem a mesma idade da vítima, perguntou onde ela iria. Como a vítima não disse nada, ele a espancou.

Quando a Polícia Militar chegou no imóvel o agressor já tinha fugido.

A vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Jaguaré e o exame de raio-x detectou as fraturas.

Na Central de Flagrantes ela afirmou que mora com o ex-companheiro, mesmo tendo medida protetiva contra ele.

O caso foi registrado como lesão corporal, violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

Uma mulher de 31 anos sofreu fraturas no crânio e em ossos da face após ser agredida pelo ex-companheiro na noite deste sábado, 13, em Rio Preto. A vítima tinha medida protetiva contra o agressor.
O crime aconteceu por volta das 18h45 no bairro Residencial Rio Preto I.

A mulher contou que chegou em casa e se deparou com o ex, mas não disse nada e foi tomar banho.

O homem, que tem a mesma idade da vítima, perguntou onde ela iria. Como a vítima não disse nada, ele a espancou.

Quando a Polícia Militar chegou no imóvel o agressor já tinha fugido.

A vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Jaguaré e o exame de raio-x detectou as fraturas.

Na Central de Flagrantes ela afirmou que mora com o ex-companheiro, mesmo tendo medida protetiva contra ele.

O caso foi registrado como lesão corporal, violência doméstica e descumprimento de medida protetiva.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.