LUTO

Morre Márcio Faina, um dos precursores da cardiologia em Bauru

Por Tisa Moraes |
| Tempo de leitura: 1 min
Arquivo pessoal
Márcio Faina enfrentava problemas de saúde há cerca de dois anos
Márcio Faina enfrentava problemas de saúde há cerca de dois anos

Morreu, nesta quarta-feira (12), o médico cardiologista Márcio Roberto Kamla Faina, 74 anos, em Bauru. Um dos precursores da cardiologia no município, ele enfrentava problemas de saúde há cerca de dois anos, período em que permaneceu em tratamento domiciliar.

Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), na Capital, com especialização em cardiologia pelo Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP, Faina chegou a Bauru no final da década de 1970. Como um dos primeiros médicos nesta área a atuar na cidade, ajudou a impulsionar a cardiologia local em sua fase inicial, sendo um dos fundadores da Unidade Cardiorrespiratória de Bauru, clínica particular que contava com cardiologistas e pneumologistas.

Durante longo período, também integrou o corpo clínico do Hospital de Base como médico intensivista, na época em que a unidade era a única da cidade a contar com UTI, conforme relembra o amigo e também médico cardiologista Rubens Cury. “Ele era extremamente inteligente, estudioso, com uma relação médico-paciente exemplar. Sempre atuou com muito primor, com equilíbrio nas condutas. Pelo conhecimento que tinha, pela capacidade e por sua maneira de atender os pacientes, engrandeceu a cardiologia de Bauru. Foi, de fato, um grande clínico e um grande cardiologista”, destaca.

O corpo de Faina foi velado no Salão Nobre 1 do Centro Velatório Terra Branca e foi cremado às 11h desta quinta-feira (13) no Crematório Regional Jardim dos Lírios.

Comentários

Comentários