VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Após estuprar esposa, homem cava cova e ameaça: 'é o seu destino'

Por Da redação | São José dos Campos
| Tempo de leitura: 1 min
Reprodução
Cova cavada pelo agressor
Cova cavada pelo agressor

Após estupro, um homem cavou uma cova para a companheira e disse que aquele seria o seu destino final. O agressor, de 31 anos, foi preso depois de uma série de atrocidades contra a mulher, de 27 anos, vítima de agressões físicas e sexuais, na pacata cidade de Itaguara, na região metropolitana de Belo Horizonte. A prisão aconteceu na última quarta-feira (10).

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp. 

No dia 3 de julho, a vítima foi à delegacia e denunciou os abusos. Segundo o relato, um dia o agressor ficou furioso por não vê-la em casa e a encontrou em um ponto de ônibus, esperando os filhos. Ele questionou com quem ela falava ao telefone. Ao responder que falava com a mãe, a mulher enfrentou a ira do marido, que confiscou o telefone e a estuprou naquela mesma noite.

Dias após a denúncia, o homem gravou um vídeo, compartilhado no WhatsApp, em que aparece cavando uma cova e narrando que aquele seria o fim da vida da companheira. Ele também é investigado por lesão corporal contra o filho de 10 anos. O suspeito teria espancado a criança com um cabo de carregador de celular e uma mangueira.

Comentários

Comentários