POSTARAM NAS REDES

VÍDEO: Rindo, meninas violam túmulo, tiram corpo e fazem vídeo

Por Da redação | São José dos Campos
| Tempo de leitura: 2 min
Reprodução/Bem Paraná
Elas postaram o vídeo nas redes sociais
Elas postaram o vídeo nas redes sociais

Três adolescentes de 14 a 17 anos invadiram um cemitério, violaram um túmulo e arrastaram o corpo de um homem pelo chão, enquanto riam e filmavam a cena, que foi postada por elas nas redes sociais. O caso aconteceu na cidade de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba (PR). Veja o vídeo aqui.

Clique aqui para fazer parte da comunidade de OVALE no WhatsApp e receber notícias em primeira mão. E clique aqui para participar também do canal de OVALE no WhatsApp

As meninas, que são duas irmãs e uma amiga, foram identificadas e os pais foram chamados à delegacia.

De acordo com a polícia, o caso aconteceu no cemitério Sagrada Família. Durante a gravação, as meninas comentam: “Olha a cabeça!”, “Nossa, que nojo”, “Olha, ele morreu de terno, será que morreu no casamento?”, “Eu queria encontrar um bebê”.

O vídeo viralizou depois de ter sido publicado pelas próprias adolescentes nas redes sociais. Os policiais foram à casa das meninas na quinta-feira (20) e conversaram com os pais. Na última sexta, eles foram à delegacia e pediram desculpas pelo vilipêndio do cadáver.

“Eu me sinto muito mal porque a gente tem entes queridos enterrados também. Foi uma falta de consideração. Eu peço desculpas à população, eu sei que tem muita gente revoltada, eu entendo. O pessoal falou que nós somos pais irresponsáveis, mas não somos irresponsáveis, somos trabalhadores. Infelizmente aconteceu. Agora ela vai falar com a delegada e vai ter que arcar com as consequências”, afirmou o pai de uma das meninas.

Outro homem, pai de uma das adolescentes e padrasto da outra, também lamentou o caso.v“O que elas me relataram é que elas estavam andando na rua próximo a esse cemitério e resolveram entrar. E passando pelo local onde estava esse túmulo, viram que ele estava aberto. E a curiosidade delas foi tocar nesses restos mortais da pessoa que estava ali e puxar pra fora. Coisa inadmissível também. Então a gente pede desculpas à sociedade, a todo o povo, que nos perdoem e perdoem elas também, porque são adolescentes”, afirmou.

As adolescentes responderão por ato infracional análogo ao crime de vilipêndio de cadáver.

Comentários

1 Comentários

  • Márcio Marinho de Souza 25/06/2024
    A Culpa é dos Deputados e Senadores que não Abaixaram a Maioridade Penal para 14 anos e não Liberaram para o Trabalho